(Fechar X)
Promoção Produtos Importados Br
Projeto Pornô
Publicidade1
Projeto Pornô
   
Comprar Produtos Adultos Importados (Embalagem Discreta)
Home
Vídeos
Fotos
Artigos
Contos Eróticos
Anuncie Anuncie
Parceria Parceria
Home   

Contos Eróticos

  

Traição

Contos Eróticos  

Virei puta dos amigos de meu marido!

  Tamanho da Fonte:
Diminui Tamanho Fonte -    Aumenta Tamanho Fonte+
Imprimir Imprimir

dupla penetração amadoraOlá queridos amigos,espero encontrá-los todos bem,bom para quem não mim conhece sou a Samantha uma mulher casada que adora cornear o maridinho! Meus amores aqui estou mais uma vez para lhes relatar mais uma corneada que dei no meu maridinho,rsrs,aliás várias,o que passo a lhes relatar começou a acontecer há cerca de dois meses. Sou clara,bonita e tesuda,tenho uma bunda redonda e empinada e cintura fininha e uma boca carnuda. Sempre fui muito desejada e os homens mexem comigo na rua me chamando principalmente de gostosa,adoro isso,afinal qual mulher não gosta de ser desejada! Desde muito novinha eu já era safada e minha juventude foi uma piranhagem só. Dei pra quase todos os rapazes do meu bairro. Hoje tenho 36 anos e depois de casada fiquei mais safada ainda.

Meu marido joga bola toda sexta-feira à noite e às vezes eu vou lá assistir,é uma turma legal e sempre bebemos uma cervejinha depois da pelada. Certa vez meu marido bebeu demais e apagou na mesa,aí o Pedro,um amigo dele,nos levou em casa. Colocamos meu marido pra dormir e ficamos conversando na sala,tinha umas latinhas na geladeira e ficamos bebendo. O Pedro é um homão,deve ter 2,00 mais ou menos. Ele tava de short e eu não tinha como não olhar para aquelas pernas grossas e cabeludas dele.Eu tava de vestido curto porque fazia muito calor. Ele não tirava os olhos de mim. Fui na geladeira buscar mais cerveja. Eu estava abaixada quando senti alguma coisa prensando minha bunda. Tomei um susto. Era o Pedro. Ele pegou na minha cintura e relou com força o cacete duro no meu rabo.

Me virei e o empurrei. Você está louco Pedro? Ele pediu desculpa e disse que não aguentou,que tava morrendo de tesão e pra provar apontou pro short,ta vendo Samantha ? Olha como você me deixou. Fiquei espantada com o volume que fazia. Senti minha calcinha se encharcado. Aí ele foi chegando devagarinho e me lascou um beijo. Minhas pernas tremiam e eu não conseguir resistir. Ele enfiava a língua selvagemente na minha boca enquanto sua mão passeava pela minha bunda. me levou pra sala e continuou me sarrando. Espremia aquele cacete em mim,não resisti e baixei o short,era um cacete lindo,grande e muito grosso,com uma cabeça enorme. Agachei e caí de boca. lambia ele todo e enfiava até a garganta,ele gemia e segurava minha cabeça com as mãos forçando sua pica pra dentro.

De repente senti aquele aquele jato na minha garganta. Sua porra quente inundou minha boca. Tentei tirar mas ele era muito forte e me puxava pela cabeça. Não tive escolha e fui engolindo todo esperma. Quanto mais eu engolia mais ele gozava. Achei que ia engasgar com tanta porra. Então ele se levantou e colocou o short. Sempre fui louco pra te comer,eu te olhava e sentia que você era bem safada. Hoje não vou te comer por causa do seu marido,mas vamos marcar outro dia. Eu falei que não e ele saiu rindo. Na outra sexta ele me ligou. Chegar uma hora mais cedo na quadra que vou estar lá te esperando. Falei que não iria e ele falou que se eu não estivesse lá contaria tudo para o meu marido. Passei um dia terrível,chorei e não sabia o que fazer. Eu amo meu marido e poderia perdê-lo por causa desse deslize se ele virasse motivo de chacota da turma,acabei indo.

Quando cheguei estava o Pedro e o Carlos,um garoto negro que tomava conta da quadra. Notei que ele me olhou com apetite. Logo percebi que o canalha do Pedro tinha contado pro garoto. Pedro me pegou pela mão e me levou pro vestiário e foi logo me beijando. Aí ouvi um barulho da porta de aço se fechando. Então o garoto entrou no vestiário também. Eu falei que não queria,que seria só ele,o Pedro. Então ele disse.Que isso Samantha,o garoto é virgem,faz uma caridade. Imagine ele ter a primeira transa com uma gostosa como você. Eu disse que não e ele ameaçou de novo contar pro meu marido. Fiquei calada e lágrimas começaram a escorrer. Mas eles não quiseram nem saber. Vieram pra cima de mim,o Pedro na frente e o garoto atrás. Me beijavam,passavam a mãos em mim todinha.

No início eu resistia e não parava de chorar. Mas quando o Pedro enfiou o dedo na minha xoxota,comecei a sentir tesão. Aí deixei rolar. A pica do garoto era bem grande também,um pouco menor que a do Pedro. Eles tiraram meu vestido e ficaram nus também. O Pedro apontou pros cacetes e disse,chupa os dois sua cadela,hoje nós vamos acabar com você. Me agachei e comecei a fazer um boquete naqueles cacetes enormes,ora em um ora em outro. O Pedro mandou que eu colocasse os dois na boca. Obedeci. Depois ele me deu uma camisinha e me mandou por no garoto. Vou deixar ele te comer primeiro,já que é a primeira vez dele. E se virou pro garoto. Come essa vadia,hoje você pode fazer o quiser com ela. Você não disse que já bateu punheta pra ela várias vezes? Então agora é de verdade.

O Carlos parecia não acreditar. Coloquei a camisinha com a boca. Nessa hora eu já estava entregue e só pensava em saciar aqueles machos. Chupei mais um pouco e o pau dele tava até latejando. Tinha uma mesa enorme no vestiário e o Pedro mandou que eu deitasse. Obedeci e abri bem as pernas oferecendo minha xoxota pro garoto. Ele veio e começou a enfiar devagar. Minha xoxota foi se abrindo pra ele. Aí ele começou a bombar com força. O Pedro dava instruções. Isso garoto,enfia a pica nessa cadela,arregaça ela. Depois de um tempo o Pedro mandou eu ficar de quatro. Arrebitei bem meu rabo. O Carlos ficou louco. Subiu na mesa e enfiou de uma vez aquela pica. Eu já estava encharcada e recebi fácil aquele cacete delicioso. O Pedro veio e enfiou seu cacetão na minha boca.

Eu mamava um enquanto o outro me fodia com força. Fiquei louca de tesão com isso. Aí o garoto gozou. O Pedro enfiou a camisinha e já me pegou de quatro. Seu cacete me abriu mais. Ele metia com mais força e selvageria. Me chamava de cadela,de puta,dizia que me comeria a hora que ele quisesse,que eu era a puta dele e dava tapas fortes na minha bunda. Eu me sentia humilhada e isso me dava mais tesão ainda. Minhas pernas tremiam.Aí ele me pediu pra rebolar em cima do pau dele. Subi naquele cacetão e fiquei cavalgando. Ele me puxou e começou a me beijar enquanto metia forte. Fez um sinal pro garoto. Senti um dedo passando algo gelado no meu cuzinho, Falei. Não,isso não,senti muita dor. Aí o Pedro me deu um tapa forte no rosto. Cala a boca sua cadela,você vai fazer tudo o que eu mandar,e nós dois vamos arregaçar esse rabo delicioso.

E me deu outro tapa ainda mais forte pra mostrar quem é que mandava. Falou pro garoto. Passa bastante creme no rabo dessa vaca,enfia um dedo,depois dois,daí pode enfiar seu cacete bem devagar. Depois que entrar você pode meter com força.Eu estava com medo e me sentia muito humilhada,não parava de tremer,mas ao mesmo tempo ficava cada vez mais louca de tesão.O Carlos foi fazendo exatamente como o Pedro falou. Senti muito dor e comecei a chorar. O Pedro não dava a mínima,quanto mais eu chorava de dor,mais ele metia forte,me xingava e dava tapas que chegavam a estalar no meu rosto. Comecei a perder os sentidos. Cheguei a sentir o cacete do Carlos rasgando meu cuzinho. Eu já nem sentia dor,estava fraca,achei que ia desmaiar. Os dois cacetes estavam atolados no cu e na minha xoxota.

Eles bombavam fortes. Estavam me esfolando toda.Foi aí que gozei. Fiquei gemendo toda bamba com aqueles cacetes enfiados em mim. O Carlos gozou de novo. Eu fiquei inerte. Não aguentava mais nada. Mas o Pedro queria mais e o filho da puta não gozava. Me disse. Você acha que vou ficar sem te enrabar sua vagabunda? Falei,eu não aguento mais nada Pedro,por favor,me deixar ir.Você não precisa fazer nada,é só deitar,o garoto já abriu seu rabo,vai entrar fácil. Ele me colocou na posição de frango assado e mandou o Carlos segurar minhas pernas. O garoto sentou do meu lado e puxou minhas pernas,fiquei toda aberta. Ele veio então,passou mais lubrificante e começou a enfiar no meu rabo. Eu sentia como se estivesse sendo partida ao meio,doía horrores,o pau dele era muito grosso. Quanto mais eu sofria mais ele gostava.

Quando entrou tudo ele começou a bombar forte. A dor foi passando conforme ele aumentava o ritmo. Ele arregaçava meu cu e eu sentia suas bolas batendo nas minhas nádegas. O canalha não gozava nunca. O garoto segurava minhas pernas e não me deixava reagir. Vi que seu pau ficou duro de novo. O Pedro também viu,chupa o cacete do menino até ele esporrar na sua boca e engole tudo hein,igualzinho você fez comigo na sua casa. Fiquei mamando naquele cacete enquanto o Pedro violentava meu rabo. Logo o Carlos gozou e eu fiz como o Pedro mandou,engoli tudinho. Aí ele saiu do meu cuzinho tirou a camisinha e enfiou na minha boca. Ele estava em pé e eu deitada na mesa. Ele segurou minha cabeça com força e começou a bombar na minha boca. Minha boca é grande e carnuda. Ele metia como se estivesse fodendo minha xoxota ou meu rabo.

Sentia o cacete dando pancadas na minha garganta. Doía muito mas eu estava louca de tesão. Então ele parou de bombar mas não tirou o cacete e continuou segurando minha cabeça. Samantha,sua vadia,você sempre vem aqui pra quadra com esses vestidinhos e fica mostrando esse rabo delicioso,eu já bati milhares de punhetas pra você imaginando fazer tudo o que estou fazendo agora. Sempre percebi que você era uma putona muito safada,estou realizando um sonho e ainda tenho uma surpresinha pra você. O canalha me olhou maldosamente,pegou minha cabeça e empurrou o cacete todo pra dentro da minha boca. Me segurava pelos cabelos,aí o filho da puita se concentrou,prendeu a respiração e soltou. Minha garganta foi recebendo aquele líquido quente.

No inicio achei que era porra,mas não parava de jorrar. Aí percebi que aquele canalha estava mijando na minha boca. Eu não tinha escolha e tinha que engolir toda urina dele. E o pior é que eu acabei ficando excitada com aquilo e sorvi todo aquele líquido quente. Quando acabou ele deu uma risada. Tomei três cervejas antes só pra fazer isso. Depois ele ficou batendo punheta na minha cara com aquele cacetão,batia forte sem dó. Cuspiu no meu rosto e ficou espalhando com o cacete o cuspe na minha cara. Finalmente gozou. Encheu minha cara de porra. E era muita porra,caiu até no meu olho. Me lavei e fui embora antes que o pessoal da pelada chegasse. Liguei pro meu marido e disse que não estava passando bem. Fui pra casa toda dolorida,não conseguia nem andar direito.

O Pedro continuou me chantageando e transei com ele várias outras vezes. Ele sempre levava mais alguém. Transei com mais cinco caras da pelada e outros amigos dele. Certa vez ele me levou num apartamento de um amigo e tinha mais quatro machos lá. Me arregaçaram toda e o Pedro sempre me humilhando bastante. Eu me sentia mau,mas ao mesmo tempo gostava. Teve uma época que achei que poderia estar apaixonada por ele,lhe disse isso e ele falou que apesar de tudo,tinha amizade pelo meu marido e não queria ser o pivô de separação,ele acabou se afastando um pouco mas sempre que dar nos encontramos para uma deliciosa trepada e ele sempre leva mais alguém e mim faz de puta!

Autor: Samantha - Junia355@hotmail.com
Fonte: contoerotico.com
O patrão ficou maluco!
Cupom de desconto do novo parceiro do ProjetoPornô: P10D2AAP
Acesse www.produtosimportadosbr.com.br e aproveite o nosso desconto!


views 6846


tags:

traição 

infiel 

infidelidade 

corno 

esposa 

marido 

amigos 

orgia 

grupal 

puta 

vadia 

safada 

chupeteira 

dp 

dupla 

penetração 

cacetes 

gozada 




Novidades:




  Contos Eróticos Relacionados

Na hora do almoço

Tudo bem, mas ai inventaram que tinha que pagar uma prenda quem perdesse, ai o negocio engrossou, era gente...

views 2899

A MULHER INFIEL

Sem dizer nada, mecanicamente, ela abocanhou o pau do namorado, que estava de pé, e com movimentos rápidos...

views 6227

Vestido branco, calcinha branca

Isso era outra coisa que faltava no meu marido, ele preferia muito mais comer a buceta do que...

views 2781

Comendo a GORDINHA GOSTOSA

Fiquei louquinho e enfiei de uma vez. Ela me pediu pra deixar o meu pau lá dentro que era pra poder senti-lo...

views 5438

De traído a CORNO Consciente

Minha esposa possui um corpo de menina, perfeito, que deixa bem à mostra a bunda gostosa...

views 3648
 
 
Parceiros & Links Recomendados Recomendados!

1. 2. 3. 4. 5.
6. 7. 8. 9. 10.
11. 12. 13. 14. 15.
16. 17. 18. 19. 20.
21. 22. 23. 24. 25.
26. 27. 28. 29. 30.
31. 32. 33. 34. 35.
Videos De Putaria     KiNovinhas     http://www.rodiziodegatas.net/     CNN Sexo     xvideos porno     Novinha Tesuda

> Xvideos Pornos        > Só Putinhas        > Brasileiras Putas        > Mulheres a foder

> Comendo sua Mãe        > Gatas Quentes        > Portal da Putaria        VAZOU NO WHATSAPP


*ATENÇÃO: Clique aqui para entrar em contato conosco para denunciar um site acima que tenha conteúdo ilegal/malicioso ou contaminado!
> Clique Aqui e cadastre-se para se tornar um Parceiro do Projeto Pornô® <
 
 
    porno     pornô     videos porno     fotos eroticas     sexologia     contos eroticos     gostosas     novinhas

    amadora     xoxota     buceta     atriz porno famosa     sexo oral     bunda     traição     bundas

    xoxota     sexo oral     putaria     bucetas     porno    bucetinhas    contos eróticos
 
Violência Contra a Mulher: DENUNCIE! Todos Contra a Pedofilia!
Site Proibido Para Menores de 18 anos! Site Proibido Para
Menores de 18 anos!
Copyright © ProjetoPorno.com.br, Todos Direitos Reservados  -  Contato   Retirar Conteúdo
Melhor Visualizado na resolução: 1024 x 768 px.