(Fechar X)
Promoção Produtos Importados Br
Projeto Pornô
Publicidade1
Projeto Pornô
   
Comprar Produtos Adultos Importados (Embalagem Discreta)
Home
Vídeos
Fotos
Artigos
Contos Eróticos
Anuncie Anuncie
Parceria Parceria
Home   

Contos Eróticos

  

Orgias

Contos Eróticos  

Réveillon no Sítio

  Tamanho da Fonte:
Diminui Tamanho Fonte -    Aumenta Tamanho Fonte+
Imprimir Imprimir

Novamente é um prazer estar aqui trazendo mais um delicioso conto para os leitores do casa dos contos!

Estávamos curtindo a festa de fim de ano, muita musica, dança, carne, cervejas, vinhos e muita alegria. Estávamos num sítio aqui no interior de Minas. Éramos oito casais com seus respectivos filhos mais os pais do namorado de minha irmã.

Na noite de réveillon fizemos maior farra, brincamos muito dançamos nos divertimos até altas horas da madrugada, me lembro de ter me deitado com os primeiros raios de sol já aparecendo. Pouco tempo depois me levantei e comecei a beber novamente, era quinta feira e iríamos ficar lá até no domingo. Todos estávamos em um clima bem legal, clima descontraído, falávamos muita bobagem, riamos muito, contávamos muitas piadas e assistíamos muitos filmes... Enfim tínhamos o fim de semana todo pela frente. Era apenas o segundo dia e notei que a mulher do irmão do meu cunhado (Jaqueline) me olhava por demais toda vez que eu olhava pra ela eu a pegava me encarando. Estávamos a beira da piscina eu estava de sunga e modéstias a parte tenho um corpo bem legal e acho que por isso chamei um pouco sua atenção ao que se tratando do marido dela ele é um pouco mais velho que eu mais é careca e barrigudo, já ela é do tipo cadeiruda com cintura, fina bunda grande e seios médios e aparentemente firmes, além de uma boca grande com aparelho e uma cara de safada reprimida.

Tudo correu bem o dia foi muito divertido e muito quente. No final do dia fizemos em volta da churrasqueira uma pequena roda de violão, tocamos os famosos pop´s da década de 90 e 80, muito gostoso. Todos cantavam e batiam palmas, e quem com faixa etária de 27 a 35 anos que não curte um bom rock nacional da década passada. E assim foi até meia noite e aos poucos foram saindo um a um até que sobraram eu e um amigo nosso Marquinho onde ficamos até por volta das 02:30 e já cansados e sem vozes fomos tomar a saideira e deitar.

Por ter muitas pessoas no sítio então dormíamos amontoados e varias pessoas dentro do mesmo quarto, no quarto em que foi dormir tinham três camas e eu fiquei deitado num colchão no chão entre elas. Coincidentemente do lado de Jaqueline. Estava muito quente e como todos tinham ficado de trajes de banho o dia todo assim fomos dormir. Na verdade eu estava deitado em um colchonete fino e duro, muito desconfortável. E ainda estava pertinho da bunda de Jaque e isso me tirou o sossego e por estar muito quente levantei-me e fui dormir na rede do lado de fora atrás da casa numa imensa varanda. Deitei na rede e logo adormeci, estava exausto. Não sei a quanto tempo dormia mais de repente acordei com um barulho de galho quebrando, quando abri os olhos vi Jaqueline em pé na ponta da varanda de costas pra mim de biquíni, a lua estava clara e fiquei quieto só observando tudo aquilo. O biquíni dela estava todo enfiado naquela deliciosa bunda dela. Fiquei totalmente quieto. Ela ficou ali em pé por uns dez ou quinze minutos e toda hora ela passava a mão nos seios, na bunda e arrumava o cabelo o amarrando na nuca... nossa aquilo me incomodava demais eu tava morrendo de tesão, mais como que falo ou faço alguma coisa. Ela não sabia que eu estava ali até o momento que se virou e quando fez isso me olhou e como eu estava mais no escuro fechei os olhos e fiquei a olhando com os olhos entre abertos. Naquele momento ela se aproxima de mim e para bem de frente a mim e fica em cima me olhando como se nunca tivesse me visto antes, e eu fingindo dormir, porém me pau tava duro como uma estaca e de sunga apertada branca, aparece aquele volume, e foi justamente nele que ela fixou os olhos. O olhava e mordia os lábios e deu uma apertada na bucetinha dela por cima do biquíni que fiquei com uma vontade de abrir os olhos e atacar. Mais o respeito tinha que ser maior que o tesão. Eu dei uma tradicional coçada do saco e tipo desapertei um pouco a sunga e enfiei a mão por dentro mais logo tirei consertando, trocando meu pau de lado, respirei fundo e continuei fingindo dormir. Ela fez o mesmo deu mais uma passada de mão nela suspirou e saiu de perto de mim, se virou e foi embora arrumando os cabelos.

No dia seguinte eu estava cheio de más intenções, e quando ela saiu da casa eu já estava dentro da piscina e de longe ela já veio me olhando e eu olhei direto pra xaninha dela mais rapidamente parei. Durante todo o dia trocamos olhares ensinuosos, e nenhuma palavra. Chegou a noite e rapidamente todos foram dormir já estavam apenas metade das pessoas no sítio inclusive o marido dela não estava lá tinha ido levar os pais em casa e só voltaria no outro dia trazendo verduras e legumes do sacolão. Todos entraram pra dentro de casa e eu fui pra rede. Eu não conseguia dormir de tão excitado que estava só esperando o inesperado acontecer. Eis que o silencio toma conta de tudo e assim ficou por uns 40 ou 50 minutos até que a porta da cozinha se abriu, era ela e sem rodeios veio olhando direto pra mim que novamente fingia dormir dessa vez com uma cueca samba canção bem folgada e meio curta. Ela parou bem de frente a mim e já chegou com a mão por cima da calcinha e quando vi aquilo meu coração bateu descompassado de tesão e quando ela olhou pra meu pau ele estava latejando e eu não conseguia fazê-lo parar. Ela vagarosamente levou a mão em direção a ele e levantou a parte de baixo da cueca pra ver meu pinto, só que aí foi demais. Quando ela conseguiu ver segurando minha cueca, eu abri os olhos e peguei a mão dela apertando junto ao meu pau. Ela se assustou mais eu logo sussurrei baixinho:

- Vamos sair daqui?

- Sim! Disse ela balançando a cabeça.

Saímos sem dizer uma só palavra, ela estava de shortinho e com a parte de cima do biquíni e eu... daquele jeito. Saímos do sítio e fomos pra rua de trás, lá é um condomínio fechado e é quase deserto. Quando viramos a esquina já começamos o que tava demorando a começar. A puxei pelos braços e já fui a beijando e apertando a bunda dela com as duas mãos, clima quente e safado sem muita frescura já subia mão por suas costas desamarrando o biquíni, encostando meu peito no seu corpo e beijava sua boca com voracidade fui beijando seu pescoço e desci até os seios e beijava dom a mesma vontade e força que eu beijei sua boca, ela estava dominada de tesão, me levantou e foi logo descendo e colocou meu pau pra fora e o abocanhou. Parecia uma leoa faminta, chupava com força de determinação, chupava e babava como uma vaca, chupava segurando meu pau com uma mão e com a outra apertava minha bunda ajoelhada no meio da estrada até que segurou minha bunda com as duas mãos e engolia minha pica quase toda... ouvi um pequeno barulho e nos assustamos então eu disse:

- Estamos no meio da rua vamos descer um pouco mais e entrar no mato ali.

Juntamos nossas roupas e fomos ela ainda estava de short. Quando paramos ela foi logo o tirando ficando totalmente nua, nossa que bunda dura que seios firmes ela se despiu e como estávamos próximo a um barranco me encostou nele e começou a mamar novamente, meu Deus que mamada era aquela, chupava e fazia malabarismo com minhas bolas na boca, não parava, até que resolveu dar um tempo porque seus joelhos deviam estar doendo, se levantou me abraçou e veio me beijando....hummm!! Lábios carnudos, boca grande combinação perfeita pra tudo no sexo. Nós dois nus em pé frente a frente nos beijando e nos alisando, eu passava a mão no corpo dela todo e ela se apoiava sobre mim meu pau estava justamente encaixado na porta da bucetinha dela e minhas duas mãos apertando as duas bandas da bunda dela, nossos lábios colados e a beijando eu disse:

- Você chupa gostoso demais, se desse mais uma bocada gulosa daquela eu iria gozar na sua boca.

- É isso que eu quero! Quem disse pra vc que eu acabei só levantei pra te sentir um pouco.

E foi me beijando cada milímetro do meu corpo com aquela boca quente e molhada descendo vagarosamente até que novamente abocanhou minha pica e começou novamente aquela arte de chupar com sabedoria que poucas têm. Eu a segurava pelo cabelo e metia na boca dela e ficamos assim até que eu disse que iria gozar, ela não parou e muito pelo contrário parece que se empolgou ainda mais até que eu enchi a boca dela de porra, gozei muito mesmo e ela não deixou cair nenhuma gotinha. Bateu com minha pica no seu rosto e subiu me beijando. Ficou novamente em pé me abraçando e beijando, então eu disse:

- Agora é minha vez!

Troquei de lugar com ela e me sentei no chão e a coloquei de PE com uma perna em cima do barranco pra que sua bucetinha ficasse bem exposta pra eu poder fazer o que quiser. Comecei o boquete nela chupava com a mesma vontade que ela me chupou e queria chupar muito mesmo e assim fiz... eu passava a língua nela toda mordia e enfiava o dedo nela fui lambendo e enfiando o dedo nela, que estava muito cheirosa e deliciosa, lambia de frente passava por baixo das pernas dela e ia por trás e numa dessas eu passei a língua no cuzinho dela e ela arrepiou todinha e se empinou mais ainda pra trás. Dei umas mordidas na bunda dela com todo o cuidado pra não marcar e ela foi se levantando ainda mais e eu me enfiei por baixo e fui chupando ela e enfiando o dedo no cu dela e na buceta ao mesmo tempo. Ela respirava forte e urrava entre os dentes até que de uma só vez ela desabou, suas pernas amoleceram e ela quase caiu no chão mesmo, parou de joelhos e eu cai deitado por baixo e então saí e ela gemia:

- Que delícia! Que delícia! Me come gostoso agora vai.

Obediente que sou, não questionei levantei e escorei no barranco de costas pra mim e enterrei tudo na buceta dela. Ela estava de quatro e com aquele bundão todo pra mim e eu ia metendo forte e enfiando o dedo no cu dela e ia só aumentando a velocidade, alternava os dedos que enfiava nela até que quando enfiei dois dedos e percebi que ele estava pronto pra ser penetrado apoiei-me sobre duas costas e disse que iria gozar dentro do cú dela. Dei um beijo molhado e abocanhando a boca dela toda ela disse que sim, que queria que eu fizesse o que me desse vontade de fazer. E assim fiz. Apoiei a cabeça na entrada do cuzinho e fui empurrando num ritmo só até que entrasse tudo, ela deu um urro misto de prazer e dor e disse:

- Nossa ta doendo muito mais não tira agora não, tá delicioso! Mete devagarzinho. E assim fiz. Fui começando devagar até que pudesse aumentar o ritmo e fui bombando, bombando até que enterrei toda a pica e gozei novamente. Apoiei-me sobre ela a abraçando com força e ela disse:

- Senti o jato de porra lá dentro. E ela foi se erguendo e eu ainda com o pau dentro dela de costas fui a beijando e segurando com uma mão nos seios e outra na bucetinha dela sentindo meu pau os poucos amolecer e sair sozinho de dentro dela. Ela se virou e me falou olhando nos olhos:

- Nossa! Ha quanto tempo não transo gostoso assim, meu marido só gosta de papai e mamãe e é uma só e dorme e ronca o resto da noite. Delicia! Vamos ter que deixar isso muito bem guardado entre nós até que apareça uma nova oportunidade. Você gostou?

- Adorei! Você é muito gostosa e gosta de tudo do jeito que gosto. Assim que puder eu quero muito transar novamente com você.

Demos mais vários beijos e fomos aos poucos vestindo nossas roupas e no caminho de volta ela disse:

- Ontem de madrugada eu fiquei te olhando dormindo na rede. Estava com a barraca armada e me deu maior tesão.

- Eu vi que estava ali. Antes de chegar perto de mim você tinha parado olhando a lua e se alisando, eu vi tudo, tava com muito tesão em te ver por isso a barraca armada e era por sua causa.

- Porque não fez nada então?

- Apesar de muito tesão não podia arriscar, não tinha certeza do que você pretendia e além do mais nós dois somos casados e todos estavam aqui, não podia arriscar.

- É vc está certo mais eu fiquei com mais tesão hoje, tanto que ao resisti e fui lá fora te ver novamente.

- Eu sei, vi o quanto me olhou durante o dia e fui dormir na rede hoje propositalmente e a cueca também foi planejada.

- Safado!!

- Deliciosa!!

- Vamos fazer assim, amanhã meu marido chega e a gente nem se olha, e quando tiver uma oportunidade pode ter certeza que estarei louca pra te ter novamente.

- Estamos combinados.

E assim foi nos outros dois dias seguintes, quase não nos olhávamos, mas tenho certeza que ela gostou tanto quanto eu, e espero poder em breve ter outro momento com ela, mesmo que no mato, com ela será bom em qualquer lugar.

Até breve!!!!

Autor: SEDENTO DE PRAZER >> querote_ter@hotmail.com
Fonte: casadoscontos.com.br
O patrão ficou maluco!
Cupom de desconto do novo parceiro do ProjetoPornô: P10D2AAP
Acesse www.produtosimportadosbr.com.br e aproveite o nosso desconto!


views 2304


tags:

réveillon 

orgia 

grupal 

festa 

irmã 

namorado 

tesão 

excitado 

pau 

boca 

seios 

buceta 

xoxota 

vaginal 

anal 

safado 

deliciosa 




Novidades:




  Contos Eróticos Relacionados

Enrabada por dois

Fomos numa festa na casa de um amigo do meu namorado, eu tava muito linda com um vestidinho que grudava no meu corpo...

views 4434

Dando para os Amigos

O tesão me consumia só de pensar em mais uma vez ser o objeto de desejo de vários homens, na presença de André...

views 4230

O Cu da esposa como presente de Aniversário

Meu cacete começou a dar sinais de vida novamente ante a perspectiva de ver a Silvana levar aquele cacetão enorme na bundinha...

views 4167

Sexo na Praia- Parte II e Final

Enquanto ainda chupava Ricardo, Cris tirou da sua mochila um tubo de KY e uma calcinha com uma consolo enorme e...

views 2157

Bebendo porra de três na escada do prédio

Me ajoelhei no chão e disse que queria os paus deles, os 3 colocaram os paus enormes...

views 5006
 
 
Parceiros & Links Recomendados Recomendados!

1. 2. 3. 4. 5.
6. 7. 8. 9. 10.
11. 12. 13. 14. 15.
16. 17. 18. 19. 20.
21. 22. 23. 24. 25.
26. 27. 28. 29. 30.
31. 32. 33. 34. 35.
Videos De Putaria     KiNovinhas     http://www.rodiziodegatas.net/     CNN Sexo     xvideos porno     Novinha Tesuda

> Xvideos Pornos        > Só Putinhas        > Brasileiras Putas        > Mulheres a foder

> Comendo sua Mãe        > Gatas Quentes        > Portal da Putaria        VAZOU NO WHATSAPP


*ATENÇÃO: Clique aqui para entrar em contato conosco para denunciar um site acima que tenha conteúdo ilegal/malicioso ou contaminado!
> Clique Aqui e cadastre-se para se tornar um Parceiro do Projeto Pornô® <
 
 
    porno     pornô     videos porno     fotos eroticas     sexologia     contos eroticos     gostosas     novinhas

    amadora     xoxota     buceta     atriz porno famosa     sexo oral     bunda     traição     bundas

    xoxota     sexo oral     putaria     bucetas     porno    bucetinhas    contos eróticos
 
Violência Contra a Mulher: DENUNCIE! Todos Contra a Pedofilia!
Site Proibido Para Menores de 18 anos! Site Proibido Para
Menores de 18 anos!
Copyright © ProjetoPorno.com.br, Todos Direitos Reservados  -  Contato   Retirar Conteúdo
Melhor Visualizado na resolução: 1024 x 768 px.