(Fechar X)
Promoção Produtos Importados Br
Projeto Pornô
Publicidade1
Projeto Pornô
   
Comprar Produtos Adultos Importados (Embalagem Discreta)
Home
Vídeos
Fotos
Artigos
Contos Eróticos
Anuncie Anuncie
Parceria Parceria
Home   

Contos Eróticos

  

Teens

Contos Eróticos  

Foi levada ao abate

  Tamanho da Fonte:
Diminui Tamanho Fonte -    Aumenta Tamanho Fonte+
Imprimir Imprimir

Iria passar o feriado na praia com alguns amigos, um deles havia casado fazia pouco tempo, e sua esposa tinha (na verdade ainda tem) uma irmãzinha. Durante um dos telefonemas para acertarmos detalhes da viagem, este meu amigo disse “está no ponto para o abate”.

Bom, passei buscar os três na capital, iríamos para o litoral sul, passaríamos cinco dias do feriado prolongado na praia. Primeiro desceu o casal e pediram para esperar mais um pouco, pois a “irmãzinha” estava terminando de se arrumar. Foi coisa rápida, cinco minutos depois ela chegou. Pegamos estrada e junto um congestionamento razoável, mas nem tanto assim, em cinco horas fizemos o percurso que sem transito demoraria três.

Bom, sobre a garota, uma lindinha, por volta de 1,65m 55 kg, cabelos castanhos bem curtinhos, peitinho médio para grande, e uma bunda muito gostosa, um amor de pessoa, diga-se de passagem, detalhe, 18 aninhos.
Chegamos a minha casa de praia, começamos a encharcar o pote, conversas amenas, a esposa de meu amigo perguntou o porque de eu não ter ficado com uma amiga dela, que me foi apresentada cerca de um mês antes, simplesmente respondi que era muito feia, mas que sua irmã era bem melhor.

Até então não tinha nem chegado perto da garota que não tirava os olhos de mim, obvio que percebi isso porque não tirava os olhos dela também. Na primeira oportunidade que tive ataquei que foi quando ela foi ao banheiro, na volta chamei de canto, trocamos algumas palavras e começamos a nos beijar.
Ficamos na beijação por algum tempo, e que delicia de beijo, boquinha macia, um abraço gostoso, muito bom, além de tudo um beijo inocente, só quem tirou um cabacinho sabe a diferença de beijo de uma virgem para uma safada rodada. Todos foram dormir e nesta noite nada aconteceu, ficamos apenas nos beijos, abraços e carinhos, inclusive dormimos separados.

No dia seguinte, acordei a garota com beijinhos, chamei-a para tomar café, em seguida saímos, eu ela e o casal de amigos. Já éramos namoradinhos, pelo menos por aquele final de semana. O casal de amigos gays que também tinha ido, e que não foi mencionado antes ficou em casa, não sei porque, mas ficaram.

Conhecemos alguns lugares, tomamos algumas cervejas, comemos petiscos típicos e no final da tarde voltamos, a fim de tomar um banho para sair a noite.

Fomos conhecer as dunas do norte da ilha, lugar que nunca havíamos ido, sempre íamos sentido sul, que realmente era mais bonito, mas a noite no lado norte me pareceu muito linda. Encontramos um local bacana para fixar a máquina fotográfica no tripé ajustei e deixei no “B” (quem tira fotos sabe o que significa) disparado.

O casal de amigos foi dar uma volta e eu fiquei com a bela garota para tomar conta da máquina, tudo premeditado lógico.

Começamos a nos beijar de maneira mais quente, casalzinho apaixonado mesmo, mas eu, safadão, comecei a pegar em locais mais interessantes da ninfeta. O que em nenhum momento foi impedido. Comecei explorando levemente os seios, que foram apalpados e chupados com muito carinho, como era bom chupar aqueles peitinhos. Sugava um depois o outro, lambia os mamilos, beijava o meio dos dois seios... Ela correspondia com leves gemidos e já começava a descer a mão procurando por um melhor encaixe, que encontrou quando eu tirei o pirocao para fora da bermuda. Ela punhetava meio sem jeito, mas era bom, muito bom. Passava o dedo pela cabeça acariciava gostoso.
Parei de beijar-lhe os seios e voltei a beijar aquela boquinha linda, nisso comecei a masturbá-la, tomando lógico o cuidado para não enfiar o dedo na rachinha dela e tirar o cabaço com o dedo, como eu já disse, uma virgem se conhece pelo beijo e não pelo cabaço tirado, percebi isso na ninfeta que descabacei em “iniciando na faculdade e na vida” que foi a primeira que tirei o lacre. O rompimento do hímen é mero detalhe que se percebe sim, mas depois de ter beijado.
Ali nas dunas não passou disso, até porque, o som que se ouvia eram gemidos da namorada do meu amigo e o som do mar, um deles parou, lógico que não foi o do mar, então nos recompusemos e ficamos nos beijando e abraçando, só esperando os dois voltarem.

Voltamos para casa e o casal gay havia preparado outro churrasco, aliás, passamos os cinco dias comendo churrasco. Eu particularmente prefiro isso, principalmente se tem carne mal passada, adoro sangue hehe.
Bebemos um pouco, comemos também e fomos deitar, desta vez a ninfetinha não foi sozinha, fui junto. As carícias recomeçaram e desta vez mais quentes, com direito a uma bela chupada que dei na chaninha dela. Lambia tudo e ela gemia, não falava nada, só gemia, bem baixinho, talvez por vergonha, ou apenas para sua irmã não desconfiar, não sei, mas gemia baixinho e eu adorava aquilo. Cada linguada que eu dava ou na entrada da rachinha ou no clitóris era um gemidinho abafado. Que delícia de buceta, é muito diferente das rodadas, tem um gostinho especial, um tanto adocicado, muito bom.
Fui subindo beijando a barriguinha dela, algumas chupadas naqueles peitinhos lindos, beijei sua boca e tateei para o lado procurando a calça que estava a camisinha, ainda beijando ela coloquei. No que eu coloquei a camisinha ela de imediato fechou as pernas, pensei “pronto, não como mais”, ledo engano, ela mesma tirou a camisinha colocou minha pica na entrada da sua grutinha inexplorada me puxou, deu-me um beijo e fechou os olhinhos como que esperando pela dor.

Eu fui empurrando de leve, e ela começou a gemer, para não correr o risco de alguém desconfiar comecei a beijá-la, assim abafaria seu gemido e seria ainda melhor. Foi quando eu encostei no cabacinho. Encontrei uma resistência muito forte ela ameaçou me morder eu parei um pouco, assim ela pelo menos acostumaria um pouco com a dor não parava de beijá-la um segundo sequer. Quando percebi que ela já estava mais a vontade, empurrei com mais força, acabando de vez com a virgindade dela.
Passei a bombar devagar, alternava com bombadas mais rápidas e a beijava como um louco. Ela me arranhava todo, eu a segurava com força e enfiava cada vez mais fundo, fiz menção de tirar dizendo que iria gosar, ela simplesmente me puxou junto a ela parou de me beijar e disse, “goza em mim meu amor” e eu gosei, inundei aquela chaninha apertada com minha porra, ejaculei muito, foi das melhores gozadas que dei na minha vida, pois desde um dia antes que estava apenas beijando, acariciando e apalpando.

Gosei mas não parei de meter nela não, fiquei mais uns dez minutos, até que me cansei, deitei do lado dela e perguntei “você é louca? Porque quis que eu gozasse dentro?” e ela respondeu “vou menstruar no domingo”. Ou seja, fumei um cigarro, descansei um pouco e rola na danada por mais três dias sem parar, trepava a hora que acordava, na hora do almoço e antes de dormir, foi muito bom mesmo.
Fomos embora com ela tenho um pacotão entre as pernas, a irmã dela foi dirigindo, então, fui punhetado por baixo do cobertor por duzentos quilômetros, ela percebia que eu ia gozar e parava, até que viu que eu não agüentaria mais, abaixou abocanhou o danado e deu mais uma punhetadinha de leve, me fazendo encher sua boquinha de porra. Engoliu tudinho, me deu um beijo e assim acabou nossa viagem.

Ela foi embora para sua casa eu para minha. Depois trocamos alguns e-mails telefonemas, mas nunca mais a vi. A ultima noticia que tive era de que havia encontrado uma garota que ela passou a gostar muito e começaram a namorar. Uma frase que me marca muito foi dita por ela a sua irmã “ele foi o primeiro e único homem da minha vida, amo ele, mas prefiro mulheres”.

Autor: Descabaçador
Fonte: contoseroticos.com.br
O patrão ficou maluco!
Cupom de desconto do novo parceiro do ProjetoPornô: P10D2AAP
Acesse www.produtosimportadosbr.com.br e aproveite o nosso desconto!


views 2317


tags:

ninfetinha 

lindinha 

lolita 

gostosa 

tesão 

trepada 

buceta 




Novidades:




  Contos Eróticos Relacionados

A prima loira do interior

Minhas mãos já passeavam pelo seu corpo sem medo do que a irmã iria falar, nessa hora para a minha surpresa...

views 2876

Experiência com meu ex-namorado

Dando estocadas bem forte e me fazendo gemer de tesão. Depois me vira de frente, coloca minhas pernas na sua cintura...

views 3358

Prima Patricinha

Dei segmento e comecei a chupar seu grelinho, alias um grelo avantajado, chupava sem parar e...

views 6393

A piriguete do funk - Parte 1

Vesti uma calcinha preta bem pequenininha e apertadinha toda enfiadinha no meu bumbum, coloquei o tal shortinho...

views 3085

Meu primo tirou meu cabacinho nas férias de verão

E eu gozei na sua cara. Era a melhor sensação que eu havia experimentado na vida.

views 5440
 
 
Parceiros & Links Recomendados Recomendados!

1. 2. 3. 4. 5.
6. 7. 8. 9. 10.
11. 12. 13. 14. 15.
16. 17. 18. 19. 20.
21. 22. 23. 24. 25.
26. 27. 28. 29. 30.
31. 32. 33. 34. 35.
Videos De Putaria     KiNovinhas     http://www.rodiziodegatas.net/     CNN Sexo     xvideos porno     Novinha Tesuda

> Xvideos Pornos        > Só Putinhas        > Brasileiras Putas        > Mulheres a foder

> Comendo sua Mãe        > Gatas Quentes        > Portal da Putaria        VAZOU NO WHATSAPP


*ATENÇÃO: Clique aqui para entrar em contato conosco para denunciar um site acima que tenha conteúdo ilegal/malicioso ou contaminado!
> Clique Aqui e cadastre-se para se tornar um Parceiro do Projeto Pornô® <
 
 
    porno     pornô     videos porno     fotos eroticas     sexologia     contos eroticos     gostosas     novinhas

    amadora     xoxota     buceta     atriz porno famosa     sexo oral     bunda     traição     bundas

    xoxota     sexo oral     putaria     bucetas     porno    bucetinhas    contos eróticos
 
Violência Contra a Mulher: DENUNCIE! Todos Contra a Pedofilia!
Site Proibido Para Menores de 18 anos! Site Proibido Para
Menores de 18 anos!
Copyright © ProjetoPorno.com.br, Todos Direitos Reservados  -  Contato   Retirar Conteúdo
Melhor Visualizado na resolução: 1024 x 768 px.