(Fechar X)
Promoção Produtos Importados Br
Projeto Pornô
Publicidade1
Projeto Pornô
   
Comprar Produtos Adultos Importados (Embalagem Discreta)
Home
Vídeos
Fotos
Artigos
Contos Eróticos
Anuncie Anuncie
Parceria Parceria
Home   

Contos Eróticos

  

Lésbicas

Contos Eróticos  

Do Virtual para o Real

  Tamanho da Fonte:
Diminui Tamanho Fonte -    Aumenta Tamanho Fonte+
Imprimir Imprimir

Hummm, isso, não pára! Hummmm, que delícia..

- Essas eram as únicas coisas que eu conseguia dizer enquanto sentia a boca dela mordiscando meu clitóris.

20 de abril de 2012, um dia antes do meu aniversário.

Medo, ansiedade, imaginação a mil, calor e fome.. muita fome de sexo e beijos ardentes. Era um misto de sensações que eu sentia antes de vê-la chegar na rodoviária após 5 meses de conversas intensas por internet.

Minhas mãos estavam geladas, enquanto eu tentava me distrair foliando um livro que levei.

Fazia 30 minutos que desliguei o telefone e ela estava vindo ao meu encontro. 30 minutos que mais pareciam uma eternidade.

- Menina idiota, que se apaixona pelo amigo de infância, namoram um tempinho, ela muda de estado, ele some. Conhece vários caras idiotas, quebra a cara centenas de vezes e certo dia, ela se reencontra com o velho amigo de infância por quem sempre foi apaixonada e eles vivem felizes para sempre –

Histórias com o mesmo final na maioria das vezes...

Meus pensamentos foram interrompidos quando vi uma menina se abaixando na minha frente, fechando meu livro e logo em seguida colocando as mãos em meus joelhos.

- Oi meu amor, tá na hora de você cumprir a aposta e me pagar o que deve...

- Ela fez uma cara de safada que me deixou imediatamente molhada.

Sorri e mordi o lábio inferior, coma ela chegando ainda mais perto da minha boca.

- Coloquei a mão no seu rosto e ela segurou meu cabelo e puxou forte, me fazendo gemer em sua boca.

- Shhhh.. quietinha cachorra! Quero você gemendo assim em casa.

- Ela sussurrou e mordeu a pontinha da minha orelha, me fazendo sentir um arrepio gostoso.

Ela piscou pra mim se levantando e segurando minha mão. Me ajudou com as malas e fomos em direção ao ponto de ônibus, com muitos olhares e cara feia da parte dela.

Sua boba! - Disse fazendo cara de bebê.

Mas você é só minha, ninguém pode olhar! – Ela respondeu enquanto fazia aquela cara de ‘bichinho’ que eu amo tanto.

A ida para a casa foi uma verdadeira tortura,

Provocações, mãos bobas, beijos no pescoço, Mãos bobas ².

Mas finalmente chegamos em Cubatão.

Andamos um pouco até chegar na casa dela.

E pra minha surpresa, estávamos sozinhas.

- Ela colocou minhas malas na sala e veio perto de mim, me encostando na parede e eu senti seu corpo pressionando o meu.

Sua boca percorria meu pescoço, subindo para o meu queixo, olhos nos olhos, mordida e puxão de leve na boca e nossas línguas se tocando pela primeira vez.

Era uma mistura de impaciência e desejo.

Ela chupava a minha língua de maneira única, percorria com suas mãos pelo meu corpo.

Fomos para o quarto sem desgrudar nossas bocas.

A mão dela explorava meus seios,cintura, barriga e com muito sacrifício me afastei.

- Amor, eu quero tomar banho..

Ela fez cara de safada e eu completei: Sozinha!

Dei um beijo no seu bico e fui com ela até a porta do banheiro.

- Vou preparar alguma coisa pra gente comer amor.

Tá bom vida. – Disse enquanto encostava a porta, prendendo meu cabelo no alto e tirando minha roupa.

Sentia a água gelada percorrendo todo meu corpo. No calor de SP estava mesmo precisando disso.

Enquanto me ensaboava, vi uma sombra na entrada do banheiro.

- Sua mãe não ensinou que é feio espiar as pessoas não?

Não quando se trata da MINHA mulher, no MEU banheiro. – Ela disse adentrando e tirando calmamente cada peça de roupa que vestia.

Ela chegou perto do meu corpo e os primeiros pingos d’água começaram a molhá-la.

Logo o bico dos seios dela ficaram duros. – Olhei mordendo o lábio

O que foi? – Perguntou me olhando.

Nada amor. – Respondi fazendo cara de santinha.

Fiquei de costa e senti seu corpo colando no meu.

O bico duro nas minhas costas e sua buceta na minha bunda.

Hmmmmm – suspirei forte.

O que foi ? – Perguntou enquanto sussurrava no meu ouvido .

Na.. nada amor – Respondi gaguejando .

- Ela colocou a palma da mão no meu seio, roçava com a palma aberta só no bico dele, enquanto beijava minha nuca, descendo com a mão até meu sexo completamente molhado.

- Mordi a boca para não gemer alto e ao mesmo tempo, ela puxou meu corpo contra o dela e rebolou, apertou com a ponta dos dedos o bico dos meus seios e automaticamente abri as pernas, dando espaço para os seus dedos pressionarem meu clitóris.

- Ela gemia baixo e eu rebolava nos seus dedos, jogando a cabeça para trás, gemendo no ouvido dela.

- Fiquei de frente pra ela, com a perna na sua cintura e seus dedos dentro de mim. Comecei a rebolar freneticamente enquanto ela mamava ora em um, ora em outro seio.

Sua mão rodava na minha buceta, como se quisesse socá-la toda dentro de mim.

Eu puxava seu cabelo e ela sugava o bico do meu seio como se fosse arrancá-lo.

Subia com a boca, lambendo meu pescoço dando chupões, sem para um minuto sequer de mexer com os dedos.

Ela chupava e rodava coma sua língua na minha, foi descendo com a boca pelo meu corpo, me fazendo apoiar com a perna na parede.

Abriu bem a minha buceta com a suas mãos e colocou a boca.

Hummm, isso, não pára! Hummmm, que delícia..

- Essas eram as únicas coisas que eu conseguia dizer enquanto sentia a boca dela mordiscando meu clitóris...

Eu levantava o quadril para sentir melhor a boca dela explorando todo meu sexo, que pulsava de tamanha vontade e urgência que eu sentia daqueles toques.

- Delícia em puta! Tá com a buceta toda melada pra mim.

Ela dizia isso enquanto me olhava colocando a língua no fundo da minha buceta e tirando ela com o fio de gozo.

Ela estava ajoelhada no chão, com meu corpo todo praticamente em sua boca.

Era incrível o jeito que ela me chupava, o jeito que metia a língua e rodava dentro de mim.

Meu corpo começava a contrair.

Ela gemia ao sentir minha buceta umedecendo e contraindo em sua língua.

Ela pressionou a entrada do meu cú, com a pontinha do dedo e isso foi o bastante para me fazer ter um orgasmo maravilhoso em sua boca.

Autor: Madame XX
Fonte: casadoscontos.com.br
O patrão ficou maluco!
Cupom de desconto do novo parceiro do ProjetoPornô: P10D2AAP
Acesse www.produtosimportadosbr.com.br e aproveite o nosso desconto!


views 2282


tags:

lésbicas 

virtual 

real 

boca 

gemendo 

gemido 

rebolando 

meninas 

amigas 

mulheres 

mordida 

xoxota 




Novidades:




  Contos Eróticos Relacionados

Minha amiga se tornou minha amante

Eu a beijava, passava a língua em toda a extensão de sua...

views 2106

Eu tenho vontade de ficar com meninas

Meu nome é Elisângela, 53 anos, 1,60m, 67,0Kg, olhos esverdeados, seios médios, quadril largo, coxas grossas e...

views 3018

Minha primeira vez com a minha vizinha

Pus dois dedos dentro dela, ela rebolava na minha mão, me deixando muito exitada...

views 3568

Não aguentei e agarrei minha melhor amiga!

De forma que fiquei sentada em cima daquela bundinha linda e durinha, enquanto eu massageava...

views 4331

Fui chupada pela minha depiladora.

Eu não aguentava mais, o tesão estava correndo nas minhas veias, aquela mulher me chupava de uma maneira...

views 7627
 
 
Parceiros & Links Recomendados Recomendados!

1. 2. 3. 4. 5.
6. 7. 8. 9. 10.
11. 12. 13. 14. 15.
16. 17. 18. 19. 20.
21. 22. 23. 24. 25.
26. 27. 28. 29. 30.
31. 32. 33. 34. 35.
Videos De Putaria     KiNovinhas     http://www.rodiziodegatas.net/     CNN Sexo     xvideos porno     Novinha Tesuda

> Xvideos Pornos        > Só Putinhas        > Brasileiras Putas        > Mulheres a foder

> Comendo sua Mãe        > Gatas Quentes        > Portal da Putaria        VAZOU NO WHATSAPP


*ATENÇÃO: Clique aqui para entrar em contato conosco para denunciar um site acima que tenha conteúdo ilegal/malicioso ou contaminado!
> Clique Aqui e cadastre-se para se tornar um Parceiro do Projeto Pornô® <
 
 
    porno     pornô     videos porno     fotos eroticas     sexologia     contos eroticos     gostosas     novinhas

    amadora     xoxota     buceta     atriz porno famosa     sexo oral     bunda     traição     bundas

    xoxota     sexo oral     putaria     bucetas     porno    bucetinhas    contos eróticos
 
Violência Contra a Mulher: DENUNCIE! Todos Contra a Pedofilia!
Site Proibido Para Menores de 18 anos! Site Proibido Para
Menores de 18 anos!
Copyright © ProjetoPorno.com.br, Todos Direitos Reservados  -  Contato   Retirar Conteúdo
Melhor Visualizado na resolução: 1024 x 768 px.