(Fechar X)
Promoção Produtos Importados Br
Projeto Pornô
Publicidade1
Projeto Pornô
   
Comprar Produtos Adultos Importados (Embalagem Discreta)
Home
Vídeos
Fotos
Artigos
Contos Eróticos
Anuncie Anuncie
Parceria Parceria
Home   

Contos Eróticos

  

Fantasias / Fetiches

Contos Eróticos  

Colega de trabalho

  Tamanho da Fonte:
Diminui Tamanho Fonte -    Aumenta Tamanho Fonte+
Imprimir Imprimir

Esse é um relato de um caso verídico, na época tinha 18 anos.

Sempre fui muito safada, meu primeiro contato sexual foi com uma garota da minha rua aproximadamente 10 anos mais velha do que eu. Tinha apenas 6, 7 anos nessa época e a pervertida adorava masturbar a minha xaninha... Mas isso fica para outro dia!

Tinha saído de casa recentemente, não aguentava mais a pressão dos meus pais.

Minha mãe era evangélica e meu pai tinha várias putas na rua. Fui morar na capital, em busca de uma vida melhor. Logo encontrei um bom emprego em uma multinacional, pois sempre fui muito inteligente e meu currículo era impecável. Foi lá que conheci Fabiano, um homem de 36 anos, branco, cabelos lisos e pretos e traços indígenas. Ele era muito cortês e ao mesmo tempo muito envolvente na forma de falar. Trabalhávamos diretamente um com o outro, mas não na mesma sala. Eu sempre tinha coisas para resolver com o chefe dele, então acabávamos nos vendo diariamente.

Fabiano sempre me cantava de uma forma muito discreta, mas apesar de suas investidas, eu resistia, pois soube que era casado, apesar de não usar aliança. Nunca gostei de ficar com homens comprometidos, principalmente porque havia sofrido muito com as traições de meu pai...

Um dia, na saída do trabalho, estava chovendo muito e eu estava a caminho do ponto de ônibus quando ouvi uma buzina e um carro parando ao meu lado. Ao olhar, vi que era Fabiano me oferecendo uma carona. Perguntou onde eu morava, fui dando as coordenadas e ele disse que morava no caminho para a casa dele. Não conversamos muito, ele estava com dor de cabeça. Paramos num posto de gasolina para abastecer o carro, Fabiano foi na farmácia ao lado do posto comprar um analgésico enquanto eu fiquei esperando. Mossa, como o carro dele era limpo e organizado por dentro! Isso demonstrava, assim como barba sempre bem feita, os cabelos sempre cortados e penteados, a farda sempre bem passada, que ele era um homem muito higiênico e preocupado com sua saúde. Para mim, significava que a pica dele estaria sempre limpa e cheirosa e que ele era o homem que eu queria ter em minha cama em breve...

Seguimos e ao chegar à porta de minha casa ele se demorou um pouco em uma conversa mais direta. Perguntou onde estava meu namorado, por quê eu nuca falava dele e algumas coisas do tipo. Desconversei, disse que não tinha um namorado sério, só um ficante fixo. Ele riu e perguntou como era o “supridor de minhas carências”. Eu ri, mas fugi do assunto. Na hora de nos despedirmos, ele tentou me beijar, mas resisti. Ele continuou investindo, então me entreguei totalmente àqueles lábios finos. Confesso que gosto de homens com lábios grossos, a coisa fica bem mais gostosa quando vão fazer oral em mim, mas Fabiano tinha um beijo deliciosamente quente e delicado. Eu amei beijar aquele homem!

Ele perguntou se poderia entrar, mas não permiti. Queria usar ainda mais ele antes de dar minha preciosa xaninha que há meses não via uma pica dura e gostosa dentro dela, então, naquele dia ficamos apenas nos beijinhos. Ao entrar em casa, fui direto pra meu quarto bater uma siririca, minha xana estava ensopada de tesão e de vontade daquele homem e precisava ser castigada com meu consolo de borracha de 20 centímetros urgentemente!

O tempo passou, fingimos que não havia acontecido nada, até que um dia precisei fazer serão e na hora da saída encontrei com ele novamente indo para casa. Entrei no carro sem pensar duas vezes, Fabiano dizia que estava morrendo de saudade de minha boca, de meus beijos, que eu era deliciosa e que não havia homem naquela empresa que não me desejasse... e quando me dei conta estávamos na porta de um motel de quinta categoria. Meu coração disparado, não imaginava que ele iria ter coragem de ir tão longe! Estava nervosa, trêmula, de consciência pesada por ele ser casado, mas todos os meus medos e anseios desapareceram ao primeiro beijo.

Ele me encostou na parede, foi desabotoando sua camisa devagar e me acariciando suavemente. Suas mãos pareciam seda sobre meu corpo... me bolinava, me apertava, me mordia devagar... eu já estava ensopadinha.

Que homem cheiroso! Mesmo depois de um dia inteiro de trabalho, ele ainda exalava perfume e me enlouquecia. Aquela boca macia percorrendo todo meu corpo, aaaain... que tesão, fico molhadinha só de lembrar.

Com ele era tudo muito delicado, muito devagar, o que me ensandecia ainda mais. Eu queria apanhar na cara, ser mordida, lambida com força, chupada, e aquele filho da puta me torturava! Nossa, como eu tremia na mão daquele homem!

Foi esfregando aquele pau duro por cima de minha calcinha e eu já não aguentava mais, queria dar pra ele, sentir aquele pedaço de carne todinho em minhas entranhas, na minha buceta inteirinho, até as bolas! Me deitou na cama, veio no meu ouvido e sussurrou: “quero muito fazer amor com você!”. Foi a deixa! Sou puta, gosto de ser maltratada na cama, mas começar as coisas com carinho é o que há! Adoro me sentir rainha, governar, fazer de gato e sapato, mas sentir-se desejada, ansiada, sentir que é um necessidade naquele momento é a melhor coisa do mundo.

Deitei de lado e ele começou a apertar minha bunda. Era um aperto gostoso, forte... fui ficando molinha, entregue aquele macho que sabia como me envolver. Chupei seu dedo médio e o safado começou a bolinar meu cu e gemer baixinho:

- Ái, Leth, que rabinho gostoso que você tem!

Eu estava adorando aquilo, nunca havia sido dedada de uma forma tão gostosa! Quanto mais ele enfiava o dedo e rodava, mais tesão me dava e mais eu contraía a musculatura da bunda, ele já estava quase gozando a essa altura do campeonato.

Mas eu queria mais, queria tomar pica na buceta, queria que ele me esfolasse todinha, que me deixasse toda ardida! Quase advinhando meus pensamentos, ele me virou, montou em cima de mim, e começou a esfregar aquela pica no meu grelinho. Eu babava, gemia, arranhava as costas dele, queria que ele metesse:

- Fabiano, mete em mim, mete tudo! E me faz tua, só tua!

Bem devagar ele começou a colocar, cada pedaço daquela carne quente ia entrando em mim devagarzinho, me possuindo, me preenchendo... ele não tirava os olhos do meu e isso me excitava ainda mais, ele queria ver minha cara, o que eu estava sentindo, se estava gostando. Começou um vai-e-vem lento e torturante, quando ele ia, eu contraía os músculos vaginais, quando ele metia tudo ia bem fundo, bem gostoso:

- Ái, Leth, gostosa! Isso, mastiga bem meu pau, mastiga forte essa piroca que tá comendo a carne mais macia e gostosa que já provou até hoje... Ahhh, maltrata minha pica, safaaaaada... engole tudo, bem fundo...

eu já não respondia por mim! Enquanto ele falava, eu arranhava ele e ele ia estapeando minha bunda com força, o que me fez gozar rapidinho. Trocamos de posição, sentei em cima daquela tora inchada de tanto meter e doida pra gozar e comecei a cavalgar forte e gostoso, eu adooooro cavalgar uma tóra!

Quando ele estava prestes a gozar, tirou a pica de dentro de mim, me agarrou subitamente pelos cabelos e enfiou o pau e minha boca. Tomei um susto tão grande e quase engasguei quando ele gozou em minha boca, me batendo na cara com a mão livre, me puxando pelo cabelo com a outra, estocando em meus lábios:

- Muito bem, minha putinha! Chupa o papai aqui, limpa bem minha pica e engole meu leitinho quentinho todinho que papai adora! Aaaaaaaaaaaai...

Pena que nossa brincadeira acabou assim que ele terminou de ejacular, a desgraçada da mulher dele ligou dizendo que o filho estava passando mal; ele lavou o pau, molhou o rosto, me deixou em casa às pressas e pediu desculpas.

Fazer o quê, né? Quem mandou eu me meter com homem casado?! Mas que foi gostoso, ah, isso foi! Ainda rolaram mais duas ou três dessas, uma inclusive em que dei meu cuzinho pra ele, mas essa fica para depois...

Autor: Nefertiti_
Fonte: casadoscontos.com.br
O patrão ficou maluco!
Cupom de desconto do novo parceiro do ProjetoPornô: P10D2AAP
Acesse www.produtosimportadosbr.com.br e aproveite o nosso desconto!


views 2093


tags:

fantasias 

colega 

trabalho 

emprego 

bisexual 

safada 

ninfeta 

jovem 

xana 

siririca 

consolo 

brinquedo 




Novidades:




  Contos Eróticos Relacionados

Sexo no ônibus Interestadual

Nós formamos um casal pudico na frente dos outros, mas bem apimentado entre quatro paredes...

views 3410

A GORDINHA QUE NÃO SE ACHAVA GOSTOSA!

...deixando à mostra uma vagina completamente destituída de pelo, umedecida e dilatada em sinal de estar pronta...

views 1965

Mil acasos me levam á você. Parte 6

Deitou de barriga para cima e eu sentei em seu pênis fazendo ele entrar por inteiro em mim e comecei a cavalgar...

views 1714

Será que ela quer dar pra outro ?

Quero ver aquele rabão enterrado e rebolando suavemente numa piroca de outro homem...

views 2642

Mil acasos me levam á você. Parte 5

Abri o zíper da calça dele e meus dedos começaram a acaricia-lo sentindo todo seu comprimento e grossura...

views 1597
 
 
Parceiros & Links Recomendados Recomendados!

1. 2. 3. 4. 5.
6. 7. 8. 9. 10.
11. 12. 13. 14. 15.
16. 17. 18. 19. 20.
21. 22. 23. 24. 25.
26. 27. 28. 29. 30.
31. 32. 33. 34. 35.
Videos De Putaria     KiNovinhas     http://www.rodiziodegatas.net/     CNN Sexo     xvideos porno     Novinha Tesuda

> Xvideos Pornos        > Só Putinhas        > Brasileiras Putas        > Mulheres a foder

> Comendo sua Mãe        > Gatas Quentes        > Portal da Putaria        VAZOU NO WHATSAPP


*ATENÇÃO: Clique aqui para entrar em contato conosco para denunciar um site acima que tenha conteúdo ilegal/malicioso ou contaminado!
> Clique Aqui e cadastre-se para se tornar um Parceiro do Projeto Pornô® <
 
 
    porno     pornô     videos porno     fotos eroticas     sexologia     contos eroticos     gostosas     novinhas

    amadora     xoxota     buceta     atriz porno famosa     sexo oral     bunda     traição     bundas

    xoxota     sexo oral     putaria     bucetas     porno    bucetinhas    contos eróticos
 
Violência Contra a Mulher: DENUNCIE! Todos Contra a Pedofilia!
Site Proibido Para Menores de 18 anos! Site Proibido Para
Menores de 18 anos!
Copyright © ProjetoPorno.com.br, Todos Direitos Reservados  -  Contato   Retirar Conteúdo
Melhor Visualizado na resolução: 1024 x 768 px.