(Fechar X)
Promoção Produtos Importados Br
Projeto Pornô
Publicidade1
Projeto Pornô
   
Comprar Produtos Adultos Importados (Embalagem Discreta)
Home
Vídeos
Fotos
Artigos
Contos Eróticos
Anuncie Anuncie
Parceria Parceria
Home   

Contos Eróticos

  

Fantasias / Fetiches

Contos Eróticos  

Calcinhas Pelo Correio

  Tamanho da Fonte:
Diminui Tamanho Fonte -    Aumenta Tamanho Fonte+
Imprimir Imprimir

Há algum tempo, descobri alguns sites de contos eróticos e percebi como ler experiências sexuais alheias, me deixava excitada e molhadinha. Sou bastante compenetrada e comportada perante a sociedade e meus amigos, familiares e colegas de trabalho, nem imaginam como sou tarada por sexo quente e excitante. Sou branquinha, cabelos castanhos na altura da cintura, 25 anos, 1,72m, 60 Kg. Possuo pernas grossas, porque danço desde os sete anos de idade, bumbum avantajado e seios grandes.

Sou empresária, moro em Salvador e estudo Direito. Gosto de homem que me pegue de jeito, me aperte com força e que tenha pegada. Adoro que manipulem e/ou mamem em meus seios demoradamente, pois essa é uma das partes do meu corpo que mais me excita e me deixa com vontade de trepar feito uma cachorrinha.

Ao proceder com a leitura de alguns contos, percebi a disponibilidade de e-mails tanto de escritores, quanto de leitores. Namorei durante muitos anos com uma única pessoa e apesar de nossa vida sexual ser boa, sentia que faltava alguma coisa. Enviei uma calcinha para o consultório dele, certa vez, minúscula, fio dental e bem de vagabunda mesmo, com meu perfume borrifado. Ele ligou, dizendo que gostou do presente e quando foi me ver à noite, transamos apaixonadamente. Foi gostoso, contudo, quando uma mulher toma uma atitude dessas e envia uma coisa assim... ela está cheia de más intenções e não quer, naquele momento, “fazer amor”. O que eu queria mesmo, era que ele largasse tudo, viesse para casa e quando eu abrisse a porta, me traçasse no chão da sala.

Bom, voltando à história dos e-mails que as pessoas disponibilizavam no site... reuni alguns e entrei em contato. A proposta era bem simples: aqueles que me enviassem um endereço (que não precisava ser o verdadeiro) ou caixa postal, ganhariam uma calcinha bem sensual com meu perfume. O que mais me impressionou é que todos....todos que entrei em contato, me enviaram seus endereços.

Contatei poucos, até porque, não imaginava que o retorno seria imediato, muito menos, que englobasse a totalidade dos e-mails que eu havia enviado. Alguns se excitavam tanto, que enviavam e-mails diariamente, comentando que se masturbavam de maneira contínua, ansiosos pela “encomenda”.

amadora de calcinhaEu adorava ir às lojas, escolhia calcinhas pequenas, sensuais e provocantes (como as que gosto de usar) e aquilo me excitava de forma absurda. Obviamente, não escrevia o endereço correto do remetente ou às vezes, nem enviava.

O primeiro que recebeu uma calcinha, chamava-se Marcelo. Havia recebido, uma peça pequena, branca, transparente e que se amarrava com lacinhos laterais. Borrifei meu perfume, enviei e fiquei aguardando a resposta, que foi quase instantânea. Marcelo me confessou, que assim que visualizou a calcinha, cheirou e bateu uma deliciosa punheta em minha homenagem. Aquilo, de alguma maneira enlouquecedora, me excitava e me deixava ensandecida.

Quase todos faziam a mesma coisa e pediam, constantemente, para me conhecer ou pelo menos, ouvir minha voz. Entretanto, aquela sensação de aguçar a curiosidade deles, me deixava molhada e louca de vontade de gozar imaginando cada um.

Até que um dia, um desses e-mails, me chamou a atenção. Primeiro porque, a pessoa dizia residir em uma cidade muito próxima de Salvador; segundo, porque ele enviou uma fotografia para o meu e-mail, de seu pênis ereto com a calcinha vermelha que eu lhe tinha enviado, “pendurada”. Assim que visualizei a fotografia, minha bucetinha latejou de tesão; e terceiro, ele se chamava Inácio, o mesmo nome do meu ex-namorado. Pensei: que loucura, fechar os olhos, chamá-lo de Inácio e sentir tudo o que meu ex não me proporcionava. Como ele só queria sexo e eu não pensava em nada a mais com ele... ninguém se machucaria nessa história.

Foram dias pensando se essa loucura valeria à pena... quando ele me envia outra foto da mesma calcinha no momento de uma gozada dele. Eu fiquei extremamente excitada, até porque ele tinha um pau grosso e grande... que só despertava em mim a vontade de mamar gostoso. Espasmos deliciosos, tomaram conta de minha bucetinha.

Enviei um e-mail para Inácio, com um número de telefone, que providenciei apenas para isso. Imediatamente, recebi uma ligação de número desconhecido e uma voz grossa, de homem, me deixou mais uma vez encharcada de tesão. Nos falamos a tarde inteira e ele fazia questão de me excitar bastante pelo telefone com gemidos e palavras que me enlouqueciam.

Como conversamos em uma sexta feira pelo telefone, acabamos marcando de nos encontrar no dia seguinte, pois ele estaria em Salvador. Ao meio dia, fui a um restaurante japonês, onde combinamos. Demorou um pouco e ele apontou no local. Ele era alto, branco, cabelos pretos e um corpo normal, sem muitos músculos, mas não muito magrinho. Enfim, me agradou. Veio até a sala onde eu estava, tirou os sapatos e sentou-se a meu lado (naquelas mesinhas baixas, típicas de restaurantes assim, onde nos sentamos no chão). Inácio me beijou, sem rodeios e foi um beijo muito excitante. Almoçamos e nos dirigimos cada um para seu carro. Inácio perguntou se não seria melhor irmos em um carro apenas... mas não concordei e pedi que ele me seguisse.

pau na bucetaFiz algumas voltas com o carro e ele já estava enlouquecendo, me ligando, dizendo que estava adorando aquele joguinho. Entrei em um motel e ele, em seguida. Pedimos uma suíte com garagem dupla e seguimos. Aquela sensação de estar quase em seus braços, já me deixava maluca e molhadinha. Descemos do carro e entramos. Inácio mostrou-se bastante educado, com um cavalheirismo não muito visualizado nos dias atuais, nos servindo uma bebida e me dando beijos deliciosos. Deitou-se na cama e ficamos conversando. Foi quando ele me entregou uma pequena caixinha. Eu dei um sorriso malicioso, pois já sabia do que se tratava... fui ao banheiro e voltei com a calcinha vermelha bem provocante que eu tinha lhe enviado. Só com ela e com os cabelos longos e lisos para frente, cobrindo os seios.

Inácio paralisou, me olhando e dizendo o quanto eu era gostosa. Levantou-se, tirou sua camisa e veio em minha direção. Grudou os lábios em meus seios, chupou gostoso e me suspendeu em seus braços, deixando-me com as pernas entrelaçadas em sua cintura. Nos beijávamos loucamente e ele foi me levando em direção à cama. Me depositou delicadamente e começou a beijar minha calcinha, cheirando e mordendo o tecido. A essa altura, eu já estava completamente molhadinha e o cheiro do meu sexo, deixava Inácio enlouquecido. Eu fechava os olhos e chamava seu nome. Que sensação deliciosa. Senti minha calcinha ser rasgada e aquilo deixou meus seios rígidos e minha bucetinha piscando ainda mais. Quando abri os olhos, vi aquele homem tão desejado por mim, virtualmente, vir para cima do meu corpo, com toda a selvageria que eu esperava. Ele sabia como pegar em uma mulher, me arrancando suspiros e gemidos quentes e extasiados.

Quando dei por mim, ele estava sem roupas e com o pau bem duro. Veio até minha boca e me beijou, sem deixar de acariciar minha bucetinha, o que me possibilitou masturbá-lo de maneira deliciosa. Imediatamente, ele se virou e fizemos um 69 indescritível. Não aguentei e gozei em sua boca. Inácio lambia e chupava, sugando todo o mel que de mim escorria. Posicionou-se de conchinha, começou a apertar meus seios e pincelar seu cacete em minha buceta com o dedo em meu cuzinho. Aquele homem, era inacreditável. Foi então que começou a estocar com força, gemendo gostoso em meu ouvido. Me xingava de cachorra, vagabunda...e eu tremia de tesão. Suas mãos percorriam meu corpo inteiro e eu ja estava maluca. O que era aquele homem? Enlouqueci.

Ele bombou em minha buceta por muito tempo. Puxava meus cabelos longos por trás e introduzia o pau inteiro. Aproximava ainda mais seu corpo do meu, e massageava o bico dos meus seios, mordendo meu pescoço, o que me arrepiava inteira. Depois começou a enfiar um dedo em minha buceta e colocar na minha boca. "Chupa, vagabunda! Sente teu gosto!" - Eu estava fora de mim de tanto tesão. Quando suas mãos agarravam minha nuca com força, sussurrando termos baixos em meu ouvido, a minha bucetinha pedia... contraía e me alucinava.

Me desencaixei e fiquei de quatro. Inácio posicionou seu pau na entrada da minha bucetinha, mas não introduziu. Puxou meus braços para trás, fazendo com que minha cabeça encostasse no colchão e eu ficasse imobilizada. Senti a cabeça do seu cacete na entrada do meu cuzinho e estremeci. Gemi, um gemido de cachorra, que estava adorando aquilo. Inácio foi vagarosamente enfiando aquele pau gostoso em meu cuzinho e minha buceta latejava. "Como você é apertadinha, sua puta!". Eu estava maluca e ouvindo essas palavras, minha vontade era pedir.... e assim o fiz: "Me fode!"

Ao ouvir isso, Inácio retrucou: "Vou lascar você inteira, sua cadela" - E com essas palavras, bombou no meu cu, em um vai-e-vem delicioso. Eu rebolava e pedia mais, sempre chamando seu nome. Fui enrabada deliciosamente por um Inácio que não era o meu, mas que estava fazendo tudo que eu queria que ele fizesse. Sentia tapas fortes em minha bunda e ouvia palavras baixíssimas, que só contribuíam para meus espasmos aumentarem ainda mais. Foi quando com urros super excitantes, ele gozou. Seu corpo tremia inteiro, quando ele caiu em cima de mim. Nos viramos de ladinho e eu terminei me masturbando com suas mãos em meus seios e suas palavras adentrando em meu ouvido. Gozei gemendo com ele me chamando de safada e gostosa. Foi uma transa inesquecível, que eu queria ter feito com o meu Inácio... mas acho que ele foi substituído e trocado por um homem de verdade. Espero que gostem. Eu e Inácio, ainda nos encontramos até hoje e ele, sem dúvidas, me realiza na cama, como mulher.

Autor: Princesa Safadinha
Fonte: casadoscontos.com.br
O patrão ficou maluco!
Cupom de desconto do novo parceiro do ProjetoPornô: P10D2AAP
Acesse www.produtosimportadosbr.com.br e aproveite o nosso desconto!


views 3314


tags:

fantasia 

fetiche 

calcinha 

beijo 

cheiro 

mordida 

molhadinha 

novinha 

safadinha 

bucetinha 

masturbação 

desconhecido 

anal 

cuzinho 




Novidades:




  Contos Eróticos Relacionados

De saia no trêm lotado.

Oi, meu nome é Fernanda tenho 15 anos e eu moro no Rio de Janeiro, depois de contar alguns casos q aconteceram comigo...

views 5155

Comi minha CUNHADINHA GRÁVIDA

Ela olhou pra mim e deu um sorrisinho sacana, mas não disse nada. Nisso minha esposa voltou pra cozinha...

views 7103

O melhor SEXO oral

Fui rebolando na sua língua e no seu dedo e minhas pernas já começando a tremer, estava prestes a gozar...

views 8640

Minha Concunhada, minha perdição

Minha deliciosa concunhada que desde quando morava aqui em SP eu morria de tesão por ela e de alguma...

views 4505

Dei para o funcionário do meu marido

Primeiramente vou me descrever, tenho 1,63 de altura 59 kg, corpinho bem gostosinho, cabelo castanho ondulado e longo...

views 2974
 
 
Parceiros & Links Recomendados Recomendados!

1. 2. 3. 4. 5.
6. 7. 8. 9. 10.
11. 12. 13. 14. 15.
16. 17. 18. 19. 20.
21. 22. 23. 24. 25.
26. 27. 28. 29. 30.
31. 32. 33. 34. 35.
Videos De Putaria     KiNovinhas     http://www.rodiziodegatas.net/     CNN Sexo     xvideos porno     Novinha Tesuda

> Xvideos Pornos        > Só Putinhas        > Brasileiras Putas        > Mulheres a foder

> Comendo sua Mãe        > Gatas Quentes        > Portal da Putaria        VAZOU NO WHATSAPP


*ATENÇÃO: Clique aqui para entrar em contato conosco para denunciar um site acima que tenha conteúdo ilegal/malicioso ou contaminado!
> Clique Aqui e cadastre-se para se tornar um Parceiro do Projeto Pornô® <
 
 
    porno     pornô     videos porno     fotos eroticas     sexologia     contos eroticos     gostosas     novinhas

    amadora     xoxota     buceta     atriz porno famosa     sexo oral     bunda     traição     bundas

    xoxota     sexo oral     putaria     bucetas     porno    bucetinhas    contos eróticos
 
Violência Contra a Mulher: DENUNCIE! Todos Contra a Pedofilia!
Site Proibido Para Menores de 18 anos! Site Proibido Para
Menores de 18 anos!
Copyright © ProjetoPorno.com.br, Todos Direitos Reservados  -  Contato   Retirar Conteúdo
Melhor Visualizado na resolução: 1024 x 768 px.