(Fechar X)
Promoção Produtos Importados Br
Projeto Pornô
Publicidade1
Projeto Pornô
   
Comprar Produtos Adultos Importados (Embalagem Discreta)
Home
Vídeos
Fotos
Artigos
Contos Eróticos
Anuncie Anuncie
Parceria Parceria
Home   

Contos Eróticos

  

Teens

Contos Eróticos  

Brincando de esconde-esconde - Parte 5 (FINAL)

  Tamanho da Fonte:
Diminui Tamanho Fonte -    Aumenta Tamanho Fonte+
Imprimir Imprimir

Brincando de esconde-esconde - Parte 5 (FINAL)
Fonte Foto: contoerotico.com
Ver Parte 4

- - -

Eu estava em êxtase e me lembrei que minha mãe uma vez disse: - Quanto mais você dá a bundinha, mais ela fica gostosa! Eu fui vagarosamente controlando o meu rebolado e ele tomou o controle, metendo depressa, apertando meu quadril com suas mãos fortes, transpirava e gemia, e eu também, gemidos misturados a pequenos gritinhos de dor e prazer, a profundidade que ele metia em mim as vezes podia sentir quase chegar no meu intestino. Me puxando violentamente contra a sua monstruosa rola negra, rasgando o meu cuzinho e me fazendo gritar de prazer, ele falava: - Vou te foder pra caralho, você vai ser fodida como nunca, vou deixar seu rabo todo aberto!

Ele estava se sentindo o meu dono! Como gritava muito, tive a boca tampada por uma das suas mãos enquanto aquele mastro negro pulsava no meu buraquinho.

Aos poucos ele foi tirando a mão da minha boca e eu só gemia baixinho. Eu adorava sentir aquela tora entrando e saindo do meu cuzinho, sentir o rabinho sendo alargado por uma rola enorme e em seguida toda aquela vara negra deslizando pelo meu cuzinho adentro era demais pra mim! Indefesa como uma fêmea, submetida as suas vontades e desejos eu deixava ele fazer o que quisesse comigo.

Mesmo eu relaxada para aquela tora entrar sem me abrir e rasgar muito podia sentir meu cuzinho arder. Nessa hora eu perguntei: - Você não vai gozar? Eu não estou aguentando mais! Já gozei várias vezes!

Ele respondeu: - Calma! Eu ainda tô com tesão! E não quero tirar meu pau do seu cu agora!
Ainda gemendo baixinho, eu quase implorei: - Ah! Goza vai! Eu deixo você gozar no meu cuzinho! Ele não respondeu nada. Então, fui me deitando sobre o peito dele e pedi virando a boca para o ouvido dele: - Tira da minha bundinha, preciso ir ao banheiro! Ele riu e disse que eu deveria estar toda meladinha, que queria chupar e sentir o meu gostinho. Aos poucos fui me levantando daquela rola negra com a ajuda das mãos dele coladas na minha cintura me erguendo e sentindo aquela tora deslizar gostoso para fora do meu rabinho. Foi uma sensação de alívio e vazio ao mesmo tempo.

Estava curiosa pra ver como tinha ficado o meu buraquinho e levei a mão até ele. Apesar de não ficar assustada percebi que ele estava bem aberto. Quando sai da cama ele me puxou pela mão e pediu pra eu mostrar meu rabinho para ele. Virei de costas, me curvei abrindo as minhas nédegas e logo ele me puxou pela cintura e começou a passar língua no meu rabinho. Me contorcendo e gemendo eu falei: - Creedooo! Você é muito tarado! Me deixa ir!

Ele então me soltou, deu um tapa na minha bundinha e disse: - Então, vai logo! Quero terminar de foder seu cu pra te deixar viciada! Fiquei preocupada em ficar viciada em dar o cuzinho pra ele, mesmo! Com dificuldade, eu sai do quarto só de camisolinha e tentei ouvir alguma coisa vinda lá da sala que pudesse ser a minha mãe. Ouvi gemidos! Dei meia volta e caminhei até o início da escada.

Vi os dois lá embaixo e ouvi minha mãe dizendo: - Eu até mamo essa coisa enorme e dou a bucetinha! Ele então respondeu sorrindo sadicamente: - Não quero a sua buceta! Quero o teu rabo! E a minha mãe continuou: - Ahhhh, não ! Isso aí vai me arrrombar toda ! Deve doer pra caramba! Eu sou corajosa, mas prá aguentar tudo isso aí, não sei não! Porra, olha o tamanho disso aí! Fiquei imaginando aquele tronco enorme, duro feito aço entrando dentro da bunda da minha mãe queimada de praia, piscina, e com uma marquinha minima, no alto, denunciando o biquini fio dental que ela adorava usar.

Passei a mão na minha bundinha e pensei: - É melhor eu voltar pro meu cacete gostoso, que está me esperando! Corri e fui ao banheiro, fiz xixi e voltei pro quarto.

Assim que entrei e fechei a porta ele levantou da cama e veio andando na minha direção com aquele monstro de cacete balançando. Me abraçou me fazendo sentir aquela tora nas coxas e me beijou com vontade! Fiquei na ponta dos pés para alcançar a boca dele e ele aproveitou para colocar aquele troço duro e grosso no meio das minhas coxas. Ele começou a alisar minhas coxas e minha bundinha com as mãos enquanto me beijava. Ele abria a minha bundinha com as mãos, para ver também o estrago que ja tinha feito. Dei um suspiro e falei baixinho: - Você me judiou, heim! Arrombou sem dó o meu rabinho e agora tá conferindo, né? Ele riu e respondeu: - Adoro comer um cuzinho e não vai ser por causa disso que você vai reclamar, né? Você tá me sacaneando porque percebi que adora um pau no rabo!

Rebolei no dedo dele e respondi: - Você disse, antes de eu sair que iria comer ele de novo...pois eu quero! Ainda mais que quase arrebentou as minhas preguinhas, agora ficou fácil! Então ele me virou de costas e me pegou pela cintura me levou até a cama e me sentou com força no seu mastro negro ... senti ele entrar inteiro na minha bundinha que estava úmida e latejante. Assim ficamos ... eu de costas prá ele sentada no seu colo subindo e descendo naquela rola grossa.

Ele, empurrava e tirava a vara do meu cuzinho, mexi, rebolei, gemi, pedi mais, e aquele mastro entrava e saia de mim com cadencia enorme, meu cuzinho arregaçado engolia mais e mais. Enquanto ele me comia de novo eu podia ouvir a minha mãe dando gritinhos lá na sala e deduzi que ela também estava dando a bunda. Ela gemia baixinho, dando uns gritinhos histéricos de vez em quando. Ele também ouviu e disse: - Tá ouvindo? Tenho certeza de que o meu primo tá fodendo o cu da sua mãe lá embaixo!

Eu sendo enrrabada por ele, falei: - Aiii, para! Deixa a minha mãe pra lá! Você tá gostando de comer o meu cuzinho? Então, isso é o que importa! Ele me segurou forte com as duas mãos pela cintura atolou aquela vara negra de uma vez dentro de mim e disse: - Tô adorando foder seu cuzinho! Desde que te vi pela primeira vez sempre fui tarado pela sua bunda!

Apertando com o cuzinho a rola negra dele eu gemi e pedi: - Ah! Me beija! Acho que estou ficando apaixonada por você! Então ele foi de deitando de ladinho, tipo conchinha, sem tirar do meu cuzinho virou o meu rosto e me deu um baita beijo! Ele não cansava e eu já tava com o cuzinho todo esfolado mas não pedi pra ele parar em nenhum momento. Levei a mão pra trás, segurei naquelas bolas enormes do saco dele e falei: - Aiii...Carlos como você é duro e grosso! Meu cuzinho já está todo aberto! Se você me viciar, vai ver só! Como é delicioso, meu cuzinho está louco de tesão e meus seios estão muito tarados, vou gozar bem gostoso de novo!
Ele não aguentando mais disse: - Gata! Vou gozar tudinho dentro do seu cu, deixa ele engolir a minha porra?, Cheguei mais pra trás, até sentir o meu bumbum colar na barriga dele e fui sentindo o cacete dele dilatando dentro de mim e jorrando muita porra grossa e quente no meu buraquinho! Fui deixando meu cuzinho sugar aquela porra toda junto com aquele cacetão do Carlos!

Virei meu rosto pra ele, beijei a sua boca e falei: - Ah! Fica comigo, pra sempre! Ele segurou o meu queixo e respondeu: - Você sabe que eu não posso! Tenho namorada, firme! Eu fiz beicinho e continuei: - Pôxa! Então você só me quer por causa da minha bundinha? Aposto que ela não te a bunda, não é? Ele não respondeu nada. Mas eu entendi tudo! Aos poucos fui sentindo aquela tora ir ficando mole e escorregar pra fora do meu buraquinho que já estava inundado de porra.
Ele ficou de barriga pra cima, morto de cansado e eu aproveitei para sugar e lamber toda a porra que ainda tinha no cacete dele. Depois, deitei com a cabeça do peito dele e perguntei: - Você gostou? E le respondeu: - Noosaaa! Dá vontade de nunca mais tirar o pau do seu cu! Eu fiquei puta de raiva. Me levantei e falei, brava: - Então eu só sirvo pra você por causa do meu cuzinho, é? Pois então levanta agora e vai embora!

Sai do quarto e vi a minha mãe com a mão na testa, vindo pelo corredor cambaleando. Corri ao encontro dela com aquela porra toda escorrendo pelas minhas pernas e perguntei: - Mããeeee...você está bem?

Ele levantou a cabeça, olhou pra mim, riu e respondeu: - Estou, sim! É que aquele negão cavalo, primo do teu amigo, quase acabou comigo!

Fomos andando juntas pelo corredor até os nosso quartos para tomarmos banho e cairmos na cama exaustas. No dia seguinte, nenhum dos dois estavam mais em casa!

bjus
Cinthia

FIM!

Autor: cinthialamarck
Fonte: contoerotico.com
O patrão ficou maluco!
Cupom de desconto do novo parceiro do ProjetoPornô: P10D2AAP
Acesse www.produtosimportadosbr.com.br e aproveite o nosso desconto!


views 3946


tags:

teen 

jovem 

filha 

mãe 

família 

fantasias 

coroa 

mature 

safada 

esconde 

brincadeira 

amasso 

negão 

negro 

pauzudo 

grosso 

contoerotico 




Novidades:




  Contos Eróticos Relacionados

Na minha mente, tudo o que aconteceu antes

Eu vou me decepcionar depois de tantos anos pensando nisso e tendo essas conversas com ele. E a pegada dele? Pronto, sem calcinha.

views 1475

Namoradinha levada!

Deitamos na cama e já fui tirando sua roupa e beijando seu peitinho lindo, todo durinho...

views 2011

Brincando de esconde-esconde - Parte 3

Eu, como eu sempre gostei de mamar num cacete, estava adorando assistir os dois daquele jeito. Minha calcinha toda...

views 4184

A Patricinha e o Porteiro - Parte 1

Foi se sentando numa cadeira q tinha ali. Já foi abrindo a calça e me mostrando uma pica preta, grossa...

views 4594

Perdi a Aposta e Tive que Chupar

Sempre fui cercada de primos e primas. Apesar deste contato todo, e ainda saber que minha irmã dava...

views 4706
 
 
Parceiros & Links Recomendados Recomendados!

1. 2. 3. 4. 5.
6. 7. 8. 9. 10.
11. 12. 13. 14. 15.
16. 17. 18. 19. 20.
21. 22. 23. 24. 25.
26. 27. 28. 29. 30.
31. 32. 33. 34. 35.
Videos De Putaria     KiNovinhas     http://www.rodiziodegatas.net/     CNN Sexo     xvideos porno     Novinha Tesuda

> Xvideos Pornos        > Só Putinhas        > Brasileiras Putas        > Mulheres a foder

> Comendo sua Mãe        > Gatas Quentes        > Portal da Putaria        VAZOU NO WHATSAPP


*ATENÇÃO: Clique aqui para entrar em contato conosco para denunciar um site acima que tenha conteúdo ilegal/malicioso ou contaminado!
> Clique Aqui e cadastre-se para se tornar um Parceiro do Projeto Pornô® <
 
 
    porno     pornô     videos porno     fotos eroticas     sexologia     contos eroticos     gostosas     novinhas

    amadora     xoxota     buceta     atriz porno famosa     sexo oral     bunda     traição     bundas

    xoxota     sexo oral     putaria     bucetas     porno    bucetinhas    contos eróticos
 
Violência Contra a Mulher: DENUNCIE! Todos Contra a Pedofilia!
Site Proibido Para Menores de 18 anos! Site Proibido Para
Menores de 18 anos!
Copyright © ProjetoPorno.com.br, Todos Direitos Reservados  -  Contato   Retirar Conteúdo
Melhor Visualizado na resolução: 1024 x 768 px.