(Fechar X)
Promoção Produtos Importados Br
Projeto Pornô
Publicidade1
Projeto Pornô
   
Comprar Produtos Adultos Importados (Embalagem Discreta)
Home
Vídeos
Fotos
Artigos
Contos Eróticos
Anuncie Anuncie
Parceria Parceria
Home   

Contos Eróticos

  

Teens

Contos Eróticos  

Brincando de esconde-esconde - Parte 2

  Tamanho da Fonte:
Diminui Tamanho Fonte -    Aumenta Tamanho Fonte+
Imprimir Imprimir

Brincando de esconde-esconde - Parte 2
Fonte Foto: alphaporno.com
Ver Parte 1

- - -

Quando passei pela minha mãe ela soltou a mão da do Célio, mas como eu já tinha visto não adiantou de nada! Logo que chegamos na rua começou a pingar forte e desabou o maior toró! A galera começou a correr e a se despedir porque ali, a brincadeira tinha acabado e além do mais, ninguém queria esperar a chegada da polícia que o tal vigia tinha chamado.

Comecei a olhar pra trás e acabei vendo o Carlos já perto do seu primo que correram pra debaixo de uma marquize ali perto. Eu já quase toda molhada, alcancei a minha mãe e falei pra ela: - Mãe, posso convidar o Carlos pra dormir em casa hoje? Tá a maior chuva e ele não tem carro! Vai ter que ir até o ponto pra pegar o buzão! Minha mãe que não é boba e também malandrinha, rssss foi logo me respondendo: - Tudo bem! Pode sim! Mas é melhor convidar também o primo dele né? Afinal, os dois estão juntos! Eu ri e falei: - Tá bom, mããeee! Eu chamo ele também, tá? Eu fiz sinal para os dois e eles se aproximaram. Então eu perguntei: - Vocês querem dormir em casa? Tá chovendo muito! Eu já falei com a minha mãe e ela não se importou! Querem? Eles, agradecidos mas com caras de tarados, responderam na hora que sim!

Então, nos quatro entramos no predio e subimos. No elevador, como estava o maior silêncio a minha mãe pra quebrar o gêlo falou pra mim: - Ai, filha! Você está toda molhada! Tome um banho e vista uma roupa fresquinha pra dormir que apesar da chuva, está muito abafado! E virou para os dois e ainda disse: - Vocês dois também, façam o favor de tomarem um banho bem gostoso e fiquem a vontade se quiserem! Vou preparar o quarto de hóspedes e separar toalhas para vocês! Tem comida e cerveja na geladeira! Sintam-se em casa!

Assim que chegamos a minha mãe foi arrumar as coisas e foi mostrar o quarto pra eles. O Carlos ficou um pouquinho pra trás e ali mesmo na sala senti aquele macho segurar o meu braço, me virar pra ele e dar um beijo delicioso! Ele agarrava minha cintura com força, me tomava em seus braços como se nunca mais fosse me deixar sair, e começou a passar a mão na minha bundinha por cima da minha saia curtinha. Apertava ela e colocava os dedos entre as minhas nádegas. Eu estava tomada pelo desejo, ele me agarrando daquela maneira, beijando minha boca, meu pescoço... já estava toda molhada! Depois, ele me virou de costas para ele e começou a chupar meu pescoço, me puxando contra o seu corpo e me fazendo sentir a sua tora no meu bumbum, coxichando no meu ouvido: - Mais tarde você vai me ver, né? Estou tarado por você! Eu falei baixinho: - Me larga! A minha mãe está lá dentro e pode chegar! Eu vou, eu vou! Pode deixar que eu vou arrumar um jeito! Quando ele me soltou, minha calcinha já estava toda melada de tesão! Eu corri para o meu quarto e fui tomar banho! Depois de conseguir me acalmar e me enxugar, vesti uma camisolinha curtíssima de seda branca, sem sutiã e com uma tanguinha preta de rendas por baixo. Quando sai do meu quarto, dei de cara com a minha mãe no corredor, que também já havia tomado banho e vestia um baby doll transparente e curtinho. Ela me perguntou: - E os meninos? Já tomaram, banho, comeram e talz?

Eu respondi: - Não sei, mãe! Também estou saindo do quarto agora! Ela me olhou de cima em baixo e falou: - É...você está muito sem vergonha usando essa camisolinha curtinha com essa tanga preta por baixo! Se der uma abaixadinha dá pra ver a calcinha! Eu ri e respondi: - Olha só quem fala! Você também nesse baby doll transparente, vai atiçar os desejos dos meninos! Rimos e fomos até a área pendurar as toalhas.

Quando passamos pela cozinha o Célio já estava lá e com uma latinha de cerveja na mão, na maior cara de pau, enrolado apenas com uma toalha pela cintura, ficou devorando nos duas com os olhos. Eu cutuquei a minha mãe e cochichei: - Que cara folgado, heim! Minha mãe cochichou de volta: - Ele pode ser folgado, mas com aquele corpão eu nem ligo! Eu ri baixinho e ainda falei: - Mããeee...você hoje tá muito atiradinha, heim! E ela terminou: - Você ainda não viu nada! Quando voltamos, minha mãe falou pra ele: - E ai? Já tomou banho? Ele respondeu, comendo ela com os olhos: - Ainda não! Vim primeiro tomar uma cervejinha e depois, vou lá!

E então a minha mãe sem a menor cerimônia foi se aproximando do Célio, sentando no colo dele e disse: - Ah! Então posso sentar aqui um pouquinho com você e tomar um golinho da sua cerveja? Ele foi segurando pela cintura dela e ajeitando a minha mãe no colo dele e falou: - Claro! Fique a vontade ! A casa é sua!

Percebendo que estava sobrando, eu falei: - Bom, vou subir pro meu quarto!

E a minha mãe respondeu: - Ah! Filha, aproveita e vá ver se o Carlos está precisando de alguma coisa!

Subi e fui até o quarto de hóspedes. Pra minha surpresa o Carlos já estava dormindo apenas com um lençol sobre a parte de baixo do seu corpo. Comecei a acariciar minha xaninha por cima da calcinha suavemente imaginando aquele corpo negro debaixo do lençol. Então, um pensamento louco passou pela minha cabeça. Fui bem quietinha e devagarinho até chegar perto dele e aos pouquinhos fui levantando o lençol. De repente ele se mexeu e eu corri para a porta. Pra minha sorte ele não me viu, continuou dormindo e se descobriu de vez. Dei um tempo e voltei. Quando vi aquela coisa negra e linda adormecida em cima da barriga dele fui levando a minha mão até os meus dedos ficarem a centímetros de seus bagos, ele tem um saco lindo, grande. Parei! meu coração batia muito forte, dava ate pra escutar, esse era meu medo, esperei um pouco mais e nao vendo sinal que ele acordaria, desci o suficiente para sentir minhas unhas tocarem nos pentelhos daquele sacão, estremeci de tesão, abaixei mais ate meus dedos tocarem suas bolas, que sensação, que loucura. Minha xaninha babava. Descontrolada me posicionei, fazendo com que seu cacete tocasse em minha mão a ponto de que meus dedos passassem suavemente na pele latejante daquela tora negra. Aos poucos aquilo foi crescendo e tomando uma forma enorme. Ele sonhava, não sei o que! Podia sentir as veias grossas latejando nos meus dedos. Em seguida, um pequeno movimento do seu rosto me fez tremer, imobilizada, permaneci um bom tempo paralizada, ate comprovar que ele estava ainda em sono profundo. Cheia de tesão, fiquei ali imaginando aquela vara negra deliciosa entrando na minha xaninha, no meu cuzinho, na minha boquinha...me dominando e me dando prazer. Com a boca cheia de água, prendi meu cabelo pra trás e fui descendo os meus lábios até a minha língua tocar na pele daquele cacetão. Olhei pra cima e notei que a cabeça daquela tora estava brotando muita baba, tamanho o tesão que ele também estava sentindo. Totalmente, fora de mim me inclinei mais, tentando fazer aquela cabeçona tocar em meus lábios. Passei a língua e trouxe um pouquinho daquela baba pra dentro da minha boca. Eu estava doida! E ele dormindo como um anjo, até dando pequenos roncos. Ainda não sabia se estava preparada pra receber aquele cacetão negro duro e grosso.

Resolvi sair do quarto e tentar ver como estava a minha mãe lá embaixo com Célio. Quando os avistei de longe, ainda na escada, vi surpresa a minha mãezinha com a boquinha em forma de “O”, abaixada entre as pernas dele, mamando como uma puta faminta aquele cacetão negro. Fiquei olhando aquilo estupefada e claro, com tesão também. Notei que ela me viu, pois ele estava de costas pra mim. Sem a menor vergonha, ela sorria para mim e gemia, ronronando como uma gatinha! Ela estava curvada, de joelhos entre as pernas dele chupando e lambendo aquela tora. Vi algumas vezes ele batendo com aquele troço no rosto dela até ela voltar a engolir e ainda falava: - Isso! Mama esse cacetão gostosa!

(Continua)

bjus
Cinthia

- - -

Ver Parte 3

Autor: cinthialamarck
Fonte: contoerotico.com
O patrão ficou maluco!
Cupom de desconto do novo parceiro do ProjetoPornô: P10D2AAP
Acesse www.produtosimportadosbr.com.br e aproveite o nosso desconto!


views 4512


tags:

teen 

jovem 

filha 

mãe 

família 

fantasias 

coroa 

mature 

safada 

esconde 

brincadeira 

amasso 

negão 

negro 

pauzudo 

grosso 

contoerotico 




Novidades:




  Contos Eróticos Relacionados

Fui dar Mole e ele Crew

Naquela hora eu perdi a razão e senti a minha xaninha apertando aquela tora...e gozei feito uma doida!

views 4606

Quase uma neném, tesão de ninfeta

Apontei meus 17,5cm na entradinha da sua chaninha e fiquei...

views 3434

A minha primeira dedada no cu e meu primo

Ele deitou, eu montei nele já chupando e esfregando minha buceta na cara dele!

views 3797

A piriguete do funk - Parte 3

Quando entramos ele já colocou o cacete pra fora da bermuda. Nossa! Tava muito duro! E como era grande aquela...

views 3133

Na minha mente, tudo o que aconteceu antes

Eu vou me decepcionar depois de tantos anos pensando nisso e tendo essas conversas com ele. E a pegada dele? Pronto, sem calcinha.

views 1478
 
 
Parceiros & Links Recomendados Recomendados!

1. 2. 3. 4. 5.
6. 7. 8. 9. 10.
11. 12. 13. 14. 15.
16. 17. 18. 19. 20.
21. 22. 23. 24. 25.
26. 27. 28. 29. 30.
31. 32. 33. 34. 35.
Videos De Putaria     KiNovinhas     http://www.rodiziodegatas.net/     CNN Sexo     xvideos porno     Novinha Tesuda

> Xvideos Pornos        > Só Putinhas        > Brasileiras Putas        > Mulheres a foder

> Comendo sua Mãe        > Gatas Quentes        > Portal da Putaria        VAZOU NO WHATSAPP


*ATENÇÃO: Clique aqui para entrar em contato conosco para denunciar um site acima que tenha conteúdo ilegal/malicioso ou contaminado!
> Clique Aqui e cadastre-se para se tornar um Parceiro do Projeto Pornô® <
 
 
    porno     pornô     videos porno     fotos eroticas     sexologia     contos eroticos     gostosas     novinhas

    amadora     xoxota     buceta     atriz porno famosa     sexo oral     bunda     traição     bundas

    xoxota     sexo oral     putaria     bucetas     porno    bucetinhas    contos eróticos
 
Violência Contra a Mulher: DENUNCIE! Todos Contra a Pedofilia!
Site Proibido Para Menores de 18 anos! Site Proibido Para
Menores de 18 anos!
Copyright © ProjetoPorno.com.br, Todos Direitos Reservados  -  Contato   Retirar Conteúdo
Melhor Visualizado na resolução: 1024 x 768 px.