(Fechar X)
Promoção Produtos Importados Br
Projeto Pornô
Publicidade1
Projeto Pornô
   
Comprar Produtos Adultos Importados (Embalagem Discreta)
Home
Vídeos
Fotos
Artigos
Contos Eróticos
Anuncie Anuncie
Parceria Parceria
Home   

Contos Eróticos

  

Teens

Contos Eróticos  

Brincando de esconde-esconde - Parte 1

  Tamanho da Fonte:
Diminui Tamanho Fonte -    Aumenta Tamanho Fonte+
Imprimir Imprimir

Brincando de esconde-esconde - Parte 1
Fonte Foto: contoerotico.com
Geeenteeee...que saudade! Quantas coisas aconteceram nesses dias que não escrevi...afff! Mas não posso deixar de contar pra vocês a minha última aventura.

Com o calor que faz aqui, estávamos eu e uma galera lá em casa na semana passada. Não tinha porra nenhuma pra gente fazer e derepente a Márcia, minha amiga, teve uma idéia: - Porque a gente não vai lá fora e brinca igual a criança de esconde-esconde? Todos nós rimos e ai a minha mãe falou: - Não sei do que vocês estão rindo! Pois eu achei a idéia da Márcia muito boa! Até eu topo brincar também! Todo mundo parou de rir, um olhou pra cara do outro e topamos na hora! Eu chamei a minha mão de lado e perguntei: - Você vai mesmo descer com a gente pra brincar? Ele me olhou, surpresa e respondeu: - Claro! Ué, não posso? E eu, respondi: - Claro que pode, né mãe! É que você está com esse shortinho super pequeno e colado no corpo, tá chamando a atenção dos meninos...não vai nem trocar de roupa? Ela riu, e disse: - Boba! Tá com ciúmes, é? Claro que não! Eu vou assim mesmo! Não vejo nada demais! Deixa os meninos me olharem! E de mais a mais você também está com essa sainha curtíssima, que se abaixar um pouquinho já aparece a calcinha..ah! Vai deixa a sua mãe! Eu acabei rindo também e nem esquentei!

Fomos todos para o elevador. É claro que com tanta gente não coube, né! A primeira leva desceu toda espremida, assim como a segunda. Na frente de um dos meninos, o Carlos, que é um negro lindo de morrer, acabei sendo espremida e encostei nele e logo comecei a sentir e seu membro duro feito pedra encostado em minha bundinha. Fiquei meio sem jeito e tentei me afastar (com o cuidado de não demonstrar claramente) mas não consegui porque a galera na minha frente me espremia cada vez mais. Com aquele corpo encostado no meu, acendeu dentro de mim um desejo enorme de ficar com ele. A medida que o pessoal entrava e se ajeitava, ele começou a se esfregar na minha bundinha e a se abaixar devagarinho para eu sentir aquela rolona bem nas minhas polpinhas por baixo da sainha.

Bom, quando chegamos no térreo a minha mãe percebeu que alguma coisa tinha acontecido e me chamou pra perto dela, me perguntando: - Você está bem? Aconteceu alguma coisa? E eu contei pra ela que tinha levado uma baita encochada do Carlos, dentro do elevador. Ela disfarçou, olhou na direção dele e me disse: - Uau! O cara é lindo heim? Da próxima vez deixa que eu vou na frente dele! Eu vermelha de vergonha e rindo ao mesmo tempo, falei: - Mãããeeeee.....como você é louca! A maioria deles são meus amigos! Ela riu mais ainda e respondeu, me dando um tapinha no bumbum: - E daí? Deixa de ser boba menina! Aproveita a vida! Olha só que negro lindo!

Fomos andando na direção da rua e quando passei por ele, na hora fiquei molhadinha, podia sentir minha xaninha inchada de tanto tesão e ele também percebeu que eu o queria pois começou a me encarar. Minha mãe apertou a minha mão me dando a maior força. Depois nois duas nos separamos e fomos nos juntar com a galera. Escolhido quem iria nos achar, tratamos de correr para nos escondermos. Me lembro que a minha mãe me falou enquanto corria junto com parte da galera: - Filha, daquele lado tem algumas construções vamos pra lá! Alguns de nós entrarão outros foram se esconderem em outros lugares, e tauz. Lá dentro estava escuro, só iluminado mesmo pela luz da rua. Acabei me perdendo da minha mãe, mas vi quando o Carlos entrou também. Fui subindo uma escada de cimento, bem devagarinho pra não pisar em alguma coisa que pudesse me machucar. Quando cheguei o piso de cima quase gritei quando fui puxada pela mão do Carlos pra dentro de um quartinho. Eu disse: - Nossa! Você me assustou! E ele foi logo dizendo: - Vamos nos esconder aqui! Tem uma janela bem ali e dá pra gente ver a rua, assim a gente pode se esconder melhor! Passado o susto eu perguntei pra ele: - Você viu a minha mãe? Não sei onde ela foi se esconder! E ele logo respondeu, com um sorriso meio safado: - Não se preocupa! Eu vi sim! Ela foi se esconder com o meu primo o Célio. A essa hora eles já devem estar bem escondidinhos!
Fiquei imaginando a minha mãe com aquele shortinho minúsculo deixando a mostra as polpinhas da bunda dela e se escondendo com o primo do Carlos. Um negão, safado e muito galinha! Afff!

Então, eu andei até a janela e meio que escondida e na ponta dos pés, fiquei olhando a rua. Ele cochichou de onde estava: - Dá pra ver a rua daí? Eu disse que dava e chamei ele pra ver. Não demorou, eu senti ele chegando levemente e se encostando todo em mim. O mastro deve tava duro como pedra e ele bem encostado na minha bundinha. Podia sentir a respiração dele na minha nuca e aquele cheiro de suor que vinha dele. Eu estava muito tarada, com os biquinhos dos meus seios e com a xaninha toda molhada de tesão. Podia sentir o pulsar do cacete dele bem no meu bumbum por cima da sainha que eu usava.

Tentei me ajeitar e acabei esbarrando mais ainda no cacetão dele.

Derepente, notei que ele se afastou de mim e assustada mais cheia de tesão pude sentir aquela coisa dura, grossa e enorme deslizar pelo meio das minhas coxas até tocar a minha xaninha por cima da calcinha como se quissesse me tirar do chão.

Apertei aquela tora com as minhas coxas e gemi dizendo: - Aiiiii...Carlos! O que você está fazendo? O que é isso? Tem mais gente se escondendo aqui! Para!

E ele louco de tesão falou no meu ouvido: - É caralho pra te fuder todinha! Tô doido pra te pegar! Pra fazer você gemer na minha pica e pra esconder ela na sua bucetinha!

No início eu lhe dei uns tapas na mão, mas ele botava o dedo na boca, me fazendo sinal de silêncio. E eu, que não queria ser encontrada, fiquei quieta e ele continou me passando a mão. Estávamos agachados e ele colocava sua mão na minha perna e ia subindo até o meu bumbum. Eu ouvia lá fora as pessoas sendo encontradas.

Ele também não perdia tempo e levantou a minha sainha e continuou esfregando aquela mastro negro que já tava explodindo, na minha xaninha, que já nessa hora deixava a minha calcinha toda ensopada.

Eu me contorcia e tentava abaixar a sainha, dizendo pra ele que aquilo era loucura, mas ele inistia em querer me foder ali mesmo. O Carlos então, pegou uma das minhas mãos e levou pra trás colocando em cima do cacete. Senti que ele estremeceu e eu levei um susto, mas deixei e comecei a alisar devagarinho. Era muito grosso e estava duro como pedra. Também, cabeçudo e cheio de veias, pensei estou ferrada vou sair toda arrebentada. Comecei a masturba-lo bem devagar e sem olhar pra trás podia sentir aquela tora grossa e imensa na minha mãozinha.

As vezes eu enfiada ela por baixo da minha sainha e passava no meu bumbum, fazendo ela tocar o elástico da minha calcinha e percorrer as minhas polpinhas e o meu reguinho.

Quando estava prestes a ceder, ouvimos um barulho e ele correu pra detrás de uma pilastra enquanto eu me arrumava. Foi a conta de nos separarmos e a Lúcia minha amiga chegou na porta, me viu e disse: - Ah! Então você está ai? É melhor a gente saire daqui! O vigia da construção está chamando a polícia, porque ouviu barulho aqui, vamos!

Mesmo no escuro, fui de mãos dadas com ela até sairmos da construção. Antes, quando passamos pelo piso de baixo vi a minha mãe de mão dada com o Célio, primo do Carlos, ajeitando o shortinho e também saindo com ele.
Pensei comigo: - Ai, tem!

(Continua)

bjus
Cinthia

- - -

Ver Parte 2


Autor: cinthialamarck
Fonte: contoerotico.com
O patrão ficou maluco!
Cupom de desconto do novo parceiro do ProjetoPornô: P10D2AAP
Acesse www.produtosimportadosbr.com.br e aproveite o nosso desconto!


views 5175


tags:

teen 

jovem 

filha 

mãe 

família 

fantasias 

coroa 

mature 

safada 

esconde 

brincadeira 

amasso 

negão 

negro 

pauzudo 

grosso 

contoerotico 




Novidades:




  Contos Eróticos Relacionados

Fui dar Mole e ele Crew

Naquela hora eu perdi a razão e senti a minha xaninha apertando aquela tora...e gozei feito uma doida!

views 4600

Fudendo com meu namoradinho

Eu me chamo Marcella. Sou loira, seios medios durinhos, uma bunda redondinha empinadinha, 1,72 de altura...

views 2291

A filha do meu colega

Conheci profundamente a Ana, filha de um colega de trabalho, em sua própria festa de aniversário...

views 3161

Primeira lição de boquete com o primo safado

Com aquela brincadeirinha, fazia tudo como ele mandava. Daí ele pediu que eu voltasse e engolisse todo o pau...

views 5262

Quase uma neném, tesão de ninfeta

Apontei meus 17,5cm na entradinha da sua chaninha e fiquei...

views 3429
 
 
Parceiros & Links Recomendados Recomendados!

1. 2. 3. 4. 5.
6. 7. 8. 9. 10.
11. 12. 13. 14. 15.
16. 17. 18. 19. 20.
21. 22. 23. 24. 25.
26. 27. 28. 29. 30.
31. 32. 33. 34. 35.
Videos De Putaria     KiNovinhas     http://www.rodiziodegatas.net/     CNN Sexo     xvideos porno     Novinha Tesuda

> Xvideos Pornos        > Só Putinhas        > Brasileiras Putas        > Mulheres a foder

> Comendo sua Mãe        > Gatas Quentes        > Portal da Putaria        VAZOU NO WHATSAPP


*ATENÇÃO: Clique aqui para entrar em contato conosco para denunciar um site acima que tenha conteúdo ilegal/malicioso ou contaminado!
> Clique Aqui e cadastre-se para se tornar um Parceiro do Projeto Pornô® <
 
 
    porno     pornô     videos porno     fotos eroticas     sexologia     contos eroticos     gostosas     novinhas

    amadora     xoxota     buceta     atriz porno famosa     sexo oral     bunda     traição     bundas

    xoxota     sexo oral     putaria     bucetas     porno    bucetinhas    contos eróticos
 
Violência Contra a Mulher: DENUNCIE! Todos Contra a Pedofilia!
Site Proibido Para Menores de 18 anos! Site Proibido Para
Menores de 18 anos!
Copyright © ProjetoPorno.com.br, Todos Direitos Reservados  -  Contato   Retirar Conteúdo
Melhor Visualizado na resolução: 1024 x 768 px.