(Fechar X)
Promoção Produtos Importados Br
Projeto Pornô
Publicidade1
Projeto Pornô
   
Comprar Produtos Adultos Importados (Embalagem Discreta)
Home
Vídeos
Fotos
Artigos
Contos Eróticos
Anuncie Anuncie
Parceria Parceria
Home   

Contos Eróticos

  

Fantasias / Fetiches

Contos Eróticos  

Amigo, professor, médico tarado

  Tamanho da Fonte:
Diminui Tamanho Fonte -    Aumenta Tamanho Fonte+
Imprimir Imprimir

Oi amores, meu primeiro conto.

Tô anciosa, não sei se falei de mais aqui ta. Vão perdoando o exagero e também os possíveis erros de ortografia.
Amigo, professor, médico tarado


Sabe aquelas coisas que você vê na net, que os médicos são atirados e pegam as pacientes no consultório?

Pois é, eu não acreditava nisso! Mas eu ia iniciar na academia e tinha que fazer uns exames, quando cheguei no consultório tinha umas mulheres na frente e eu fiquei aguardando, o médico era um gato, eu já o conhecia por nome. Eis que chega minha vez, ele me fez algumas perguntas, fiz o cárdio e o ergométrico, e depois ele teve que fazer minha avaliação, medir pernas, cintura, essas coisas de praxe, do nada o cara me olha e diz:

- Tem como você mesma medir a sua coxa, é que... Sei se eu aguento a pressão não!

- Tá de brinks né doutor! – falei em tom de ironia.

Putz, o cara era médico e toda vez que ia uma mulher “gostosa” lá o cara não se controlava?
Eu medi, e passei as medidas pra ele, ainda tinha o segundo teste de glicose e era pra eu voltar na manhã seguinte pra ver o resultado do de colesterol e os outros.

No dia seguinte...

Lá estou eu de novo, gente, o cara acho que estava a uns meses sem, porque qualquer homem bem resolvido com sua vida sexual ele consegue se segurar em seu ambiente de trabalho. Mas esse não estava nem ai pro que eu ia achar. Eu fiz outros exames e ele estava se aproveitando da minha nobreza, eu sempre tive seios grandes, inclusive já fiz redução, porque eram enormes antes. E ele deu uma de “Ah desculpa, esbarrei e apertei seus seios sem querer”.

Eu sai dali estressadíssima, mas não podia falar pra ninguém pra não ferrar a carreira do médico né, entrei na academia e um mês depois, eu estava na balada com minhas amigas, tinha emagrecido pra caramba e na época estava vestindo 36, mas como eu gosto de mim mesma mais cheinha vamos dizer assim, hoje visto 38. Adivinhem quem esbarrou em mim na festa?

Isso mesmo o médico tarado, ele me puxou pra dançar e me agarrou mesmo e eu dando patada.

- Na boa, me solta que eu não to afim de dançar contigo! – falei curta e grossa.

- Relaxa morena, não vou fazer nada, só quero dançar, te apresentar meus atrativos e tentar te levar pro altar– ele disse isso numa naturalidade do caramba.

- Filhinho, pra casar comigo tem que ter mais que um rostinho bonito e um CRM que não vale nada esta. – respondi já irritada.

Dica pra vocês homens. Nunca fale em casamento dentro de uma balada. As mulheres hoje vão lá pra pegar um ou dois, satisfazer suas necessidades femininas e depois sumirem. Eu gosto de homem safado, “ah mais então você é safada”, é basicamente isso. Gosto daquele lance de pegar sem se apegar sabe.

Sei que a festa rolou e o psicopata não saia do meu pé. Eu tinha acabado de ganhar um carro dos meus pais, porque eu ia pra faculdade, longe de casa e tinha o FDP vai lá no estacionamento e seca os 4 pneus do carro, isso mesmo, os 4 pneus. Fim de festa, eu rodada no estacionamento, ligando pros meus amigos que estavam mortos de bêbados e não me atendiam, já estava com medo de ficar ali sozinha e quem me aparece. O médico!

- Não, é sério. Dá um tempo. Já está ficando sem graça essa perseguição. – falei quase chorando de raiva e medo.

- Vamos, te dou uma carona e pela manhã a gente vem buscar seu carro. – ele disse.

- Cara, eu não sei quem você é, só sei que você me estaqueou a festa inteira e eu sinceramente não tô com coragem de entrar no teu carro não. – falei pra ele.

- Olha, eu sou Magno ****, tenho 28 anos, sou médico da Clini***, conheço sua tia dona da A* *****, seu pai também que trabalha na ******, sua mãe R*****, consultei seu irmão S***** na semana passada por causa daquela sequela no olho dele, lembra-se da queda de vocês lá na rua fulana de tal? – ele me disse sério.

Pensei por três segundos, de onde é esse cara pelo amor do Pai.

- Cara eu mudei muito, e você tem péssima memória, eu te ensinei a andar de carrinho bate-bate na Expo. – ele continuou.

Eu desabei a rir, ele era meu professor de reforço em matemática, e aos 18 ele foi morar na capital pra se formar em medicina, e eu fazendo aquele drama todo. Pedi desculpas, rimos muito e ele me levou pra casa, casa dele né. Rs...

Lá a gente relembrou as histórias da infância, brincamos muito, relembramos a ousadia dele no consultório, papo vai papo vem e rolou o primeiro beijo.

E que beijo.

E foi a gota!


Evelin Santana


As palavras quentes sussurradas em meu ouvido, o clima quente, corpos já excitados e eu me rendi ao meu velho professor de matemática. Seu primeiro passo foi arrancar minha roupa e me por de quatro. Ele me chupou de uma forma que até hoje só de lembrar o corpo fica arrepiado. Eu confiei nele e o chupei também. Arranquei muitos suspiros dele, que me olhava confuso. Carinha de quem não estava acreditando que era eu chupando ele ali, seu pau era bem grosso e devia ter uns 18cm, eu lambia toda sua extensão debaixo para cima finalizando com um beijinho na cabecinha e engolia tudo de novo. Ele pirou.
Deitou no sofá mesmo e me puxou pra cima dele. Quando senti já estava dentro. Delírio foi a mil.

Mordi os lábios e cavalguei sobre ele. E sentir cada cm entrando e saindo de mim, aquela sensação de pele com pele, aquelas mãos fortes e macias me puxando, me apertando, segurando meus seios e aquela língua quente invadindo minha boca.

Nossa... Impossível descrever isso sem pelo menos morder os lábios.

Eu não conseguia nem gemer porque não tinha ar pra produzir qualquer som. Eu estava perdidamente envolvida em cavalgar e deixar ir mais fundo. E beijar aquela boca perfeita que tinha gosto de mel.

Ele levantou comigo no colo e senti que tinha sido uma estocada tão forte que o gemido saiu de forma involuntária, um “Aaahh” de quem pedia socorro e o socorro tinha que ser ele.

Ele me colocou de quatro novamente e fez muito rápido, muito forte e segurava meu cabelo. Eu estava a ponto de gritar e mandar ele fazer mais forte ainda, eu já estava quase gozando.

- Ainda não ouvi você gemer, geme pra mim geme! – disse ele com aquela voz de homem vagabundo.

- E... e... eu, to sem ar... – respondi forçando a voz pra sair.

- Rs, quer mais devagar? – e foi tirando devagar e empurrando tudo de novo – você gosta assim também?

E ele colocava bem devagar, e dava pra sentir aquele pedaço rígido de carne pulsando dentro de mim.

- Huuuuuuuum, gosto também.... Ahhhhhhhh! – foram minhas palavras.

- Mas quero ver como você se sai quando faço rápido. Quero ouvir você dizer que está louca de tesão e quero te sentir gozar. – ele continuou.


Evelin Santana


- M... mas... – estocadas violentas e senti meu corpo curvar com a força de suas mãos em minha cintura – ah, ah, ah, ah, huuum, huuum, isso, huum, aiiiiiiiii, droga, isso, mete mais, annnnnn, anhnh, isso, continua que ta gostoso, huuuumm, hummmm, huummm... – gemidos vindos do além. E eu só lembro que eu gritei assim porque ele me contou, eu estava em outro mundo.

- Deita de ladinho pra mim deita Evy. – era como ele me chamava sempre.

Deitei de ladinho no chão mesmo.

- Agora quero que abra bem as pernas – e ergueu minha perna – isso. Boa garota. Rs – disse ele mordendo meu pescoço.

Ele pincelou seu pau na minha bucetinha umas cinco vezes. Olhei pra ele com olhar de cachorro que cai da mudança e disse:

- Para de brincar, mete logo, eu quero sentir dentro de mim.

Ele riu tão safado e foi metendo e me perguntando:

- Assim que é gostoso?

- Não, é gostoso quando você faz mais rápido! – respondi.

E ele começou a meter mais rápido. De ladinho é minha posição preferida. Indescritível a sensação boa que essa posição traz pra mim. Puxei um travesseiro e mordi. Eu taba quase gozando e não queria fazer um escândalo. Rs

Uns 15 minutos de estocadas violentas e gemidos abafados pelo travesseiro e eu gozei como louca.

Sim, eu gozei. Desse jeito que vocês imaginam mesmo. Com todo aquele lance de ejaculação e ficar com pernas trêmulas. Molhei as pernas dele todinhas e ele não esperava que eu fosse gozar daquele jeito. E senti algo quente sair de dentro de mim. Ele gozou dentro. Ele levantou ainda excitado, me olhou e disse:

- Podia ter me avisado disso né?

- É, eu sei... também não gosto disso. – falei envergonhada.

- Podia ter me avisado pra eu te fazer gozar na minha boca. Isso é o máximo. Alias, o convite está de pé, casa comigo? – ele disse sorrindo e me pegando no colo.

Eu ri muito, eu estava cansada, já eram 6:30 da manhã eu não tinha dormido. Ele me levou pro banheiro. Me pôs numa banheira enorme e ainda transamos lá mais duas vezes.

Ele me confessou que tinha secado os pneus do meu carro, porque desde o dia no consultório que ele estava obcecado em me ter na cama dele. Eu ri, e disse:

- Mas você me teve no sofá, no chão e na banheira, nenhum vez na cama.

- Muito bem mocinha – disse ele.

Me jogou na cama tirou toda a minha roupa que eu já tinha vestido e transamos de novo. Depois de uma noite sem dormir e quatro transas sem parar, eu apaguei na cama dele. Acordei as duas da tarde, nua embaixo dos cobertores e do lado da cama um bilhetinho:

- Quando acordar não estarei mais aqui, tenho compromisso no consultório. Seu café está pronto, seu carro está na garagem.
Eu ri alto. Tomei meu café, banhei e quando ia saindo achei um bilhetinho na porta:

- Ah, eu não deixei as chaves, chego em casa umas oito horas e quero você de novo.
Ri de novo, e esperei ele chegar.

E esse foi meu primeiro conto amores!
Criticas? Elogios? Vou ouvir todos. Mandem e-mail, mensagem, me adicionem no skype.

PS: Não tenho fotos de minhas transas, então vou por só fotos minhas mesmo tá.

Autor: EVELIN
Fonte: contoerotico.com
O patrão ficou maluco!
Cupom de desconto do novo parceiro do ProjetoPornô: P10D2AAP
Acesse www.produtosimportadosbr.com.br e aproveite o nosso desconto!


views 1882


tags:

amigo 

professor 

médico 

tarado 

cavalgando 

ladinho 

consultório 

fantasias 

fetiches 

desejos 




Novidades:




  Contos Eróticos Relacionados

Mil acasos me levam á você. Parte 5

Abri o zíper da calça dele e meus dedos começaram a acaricia-lo sentindo todo seu comprimento e grossura...

views 1597

Colega de trabalho

Esse é um relato de um caso verídico, na época tinha 18 anos. Sempre fui muito safada...

views 2092

Marquei com um cara pra comer minha mulher

Através da Internet, marquei com um cara pra comer minha mulher no drive-in. Vejam como foi...

views 5018

Fodi a ex mulher do meu melhor amigo

Enquanto chupava seus peitos, fui levantando seu vestido e pegando naquela bunda redondinha que estava...

views 2945

Comida pelo Negão dentro da obra

O safado me virou e me pôs de quatro, assumi de vez a cadela branca, segurou firme meu cabelo e virou minha cabeça...

views 4763
 
 
Parceiros & Links Recomendados Recomendados!

1. 2. 3. 4. 5.
6. 7. 8. 9. 10.
11. 12. 13. 14. 15.
16. 17. 18. 19. 20.
21. 22. 23. 24. 25.
26. 27. 28. 29. 30.
31. 32. 33. 34. 35.
Videos De Putaria     KiNovinhas     http://www.rodiziodegatas.net/     CNN Sexo     xvideos porno     Novinha Tesuda

> Xvideos Pornos        > Só Putinhas        > Brasileiras Putas        > Mulheres a foder

> Comendo sua Mãe        > Gatas Quentes        > Portal da Putaria        VAZOU NO WHATSAPP


*ATENÇÃO: Clique aqui para entrar em contato conosco para denunciar um site acima que tenha conteúdo ilegal/malicioso ou contaminado!
> Clique Aqui e cadastre-se para se tornar um Parceiro do Projeto Pornô® <
 
 
    porno     pornô     videos porno     fotos eroticas     sexologia     contos eroticos     gostosas     novinhas

    amadora     xoxota     buceta     atriz porno famosa     sexo oral     bunda     traição     bundas

    xoxota     sexo oral     putaria     bucetas     porno    bucetinhas    contos eróticos
 
Violência Contra a Mulher: DENUNCIE! Todos Contra a Pedofilia!
Site Proibido Para Menores de 18 anos! Site Proibido Para
Menores de 18 anos!
Copyright © ProjetoPorno.com.br, Todos Direitos Reservados  -  Contato   Retirar Conteúdo
Melhor Visualizado na resolução: 1024 x 768 px.