(Fechar X)
Promoção Produtos Importados Br
Projeto Pornô
Publicidade1
Projeto Pornô
   
Comprar Produtos Adultos Importados (Embalagem Discreta)
Home
Vídeos
Fotos
Artigos
Contos Eróticos
Anuncie Anuncie
Parceria Parceria
Home   

Contos Eróticos

  

Coroas / Mature

Contos Eróticos  

A mãe do amigo foi a primeira

  Tamanho da Fonte:
Diminui Tamanho Fonte -    Aumenta Tamanho Fonte+
Imprimir Imprimir

A mãe do amigo foi a primeira
Fonte Foto: pornmature.org
Era um rapazinho na época, esse acontecimento marcou minha vida e determinou até hoje um desejo profundo por mulheres mais velhas.

Tinha um amigo inseparável e certa manhã fui chamá-lo, toquei a campainha, ele abriu a porta e sem me mandar entrar, disse que já ia sair.

Fiquei ali de pé na porta esperando-o, a porta semi-aberta, quando vejo sua mãe vindo da cozinha de camisolinha transparente, azul clara, mas pude ver seus seios perfeitamente, o contorno de seu corpo e sua tanguinha... Dª Marta vinha tranquilamente quando deu comigo ali estático admirando aquele corpão delicioso. Sem se alterar veio na direção da porta e me disse:

- Vai ficar aí parado na porta garoto... Entre o Junior já vem.

Fiquei olhando sem poder tirar os olhos de seu corpo e entrei.

Ela parada na minha frente observando que eu olhava seu corpo com os olhos gulosos, me disse:

- Quer vir até a cozinha, enquanto o Junior não desce?

Sem tirar os olhos daquele corpo concordei.

Ela foi à minha frente e vi aquele bundão maravilhoso na minha frente... Aquele corpo delicioso me deixou perturbado, segui-a e sentei-me na cadeira da mesa.

Dª Marta, como se nada tivesse ocorrido, continuou a fazer suas coisas e eu ali de pau duro... Com o rosto vermelho, me segurando, querendo correr, querendo ficar, desejando abraçá-la, tocá-la, sentir sua pele, seu corpo...

Tirando-me desse transe, ela ouvindo os passos na escada de seu filho e olhando para mim, colocou uma peça a mais que cobria sua seminudez.

Junior chegou e disse:

- Vamos.

- Sim - Respondi.

D Marta me disse:

- Você não quer nada?

Olhando nos olhos dela, quase disse: “Sim você...”, mas na minha timidez só pedi um copo de água.

A garganta seca aliviou com a água que bebi e Dª Marta me olhando diretamente para o volume de minha bermuda, disse:

- Você cresceu garoto... E como... Nem havia percebido seu tamanho – disse sorrindo.

Desse dia ela passou a povoar minha mente, meus desejos e se tornou minha musa.

A devorava com o olhar quando passava, estava sempre procurando encontrá-la.

Um dia estava sentado de frente da sua casa e ela apareceu na janela do seu quarto, pondo a cabeça para fora, por detrás da cortina, me olhou, olhou para os lados e abriu a cortina, expondo seus seios, sorrindo para mim, viu-me perturbado e de olhar fixo àqueles seios maravilhosos.

Fez sinal para que fosse mais perto, se cobrindo novamente me disse:

- Venha no Sábado pela manhã, o Junior vai fazer uma pequena viagem com o pai e só voltará à noite, e estarei sozinha, precisarei que você me ajude com umas coisas.

Concordei e fiquei naqueles dias que antecederam o Sábado, imaginando o que iria acontecer.

Ansioso chequei no sábado, e toquei a campainha.

Dª Marta abriu a porta, mandou que eu entrasse. Entrei e dei com ela com uma camisolinha preta, sua presença, me deu até uma tontura, quando ela me abraçou, apertado, senti aquele corpo, redondinho, aquelas curvas, no meu corpo, senti sua pele, seu calor, nossa que momento.

Ela me pegou pela mão e disse:

- Vem comigo, vamos lá em cima.

Subi a escada e fomos direto ao seu quarto... Entramos, ela trancou a porta e sentou-se na cama, eu ali parado em frente daquele mulherão, sem experiência alguma, sem saber o que fazer, um desejo de beijá-la, mas me continha em minha inexperiência e medo.

Ela me disse:

- Vem aqui na minha frente, deixa eu te ajudar a você ficar mais a vontade.

Parei em frente dela, ela passou a mão em meu corpo todo, se detendo sobre meu pau, que já estava duro, quase pulando para fora da bermuda.

- Hummm que gostoso... Adoro segurar um pau duro... Posso tirá-lo?

- Sim. Pode - disse com a voz embargada, quase sem sair.

Ela abriu o botão, o zíper e deixou minha bermuda cair, abaixou minha cueca e meu pau ficou solto, duro naquelas mãos quentes, que mexiam nele, fechei os olhos e senti aquele carinho de suas mãos, quando de repente senti algo que jamais havia sentido... Sua boca engolia meu pau... Ahhh!!!!

Minhas pernas ficaram bambas e ela sem pressa me chupava, engolia cada cm do meu pau, ora devagar, ora com velocidade, parava, lambia a cabecinha, a prendia nos seus dentes, pressionava... Nossa que loucura... Quase caí.

Ela me deitou de barriga para cima, tirou sua roupa, meus olhos não acreditavam no que viam. Olhava com atenção cada detalhe daquele corpo maduro de mulher.

Ela veio sobre mim, me olhou nos olhos, beijou meus lábios, e me disse:

- Você nunca fez isso?

Respondi que não.Ela então se virou e começou novamente a chupar meu pau, seu corpo se virou e para quem nunca havia visto ou tocado em uma buceta, ali estava sobre o meu rosto, aquele bucetão a cm de meus lábios, curiosamente toquei-a, comecei a mexer naquela buceta, enquanto ela me chupava cada vez mais forte, quando enfiei os dedos ela tremeu, gemeu, percebi que havia gostado, e comecei a enfiar o dedo na sua buceta, quando ela com voz rouca me disse, me chupa, beije ela também!

Tomei coragem e beijei, lambi, ah como era quente, enfiei a língua nela, abocanhava os grandes lábios, os pequenos, chupava, passava a língua, olhava de pertinho o cuzinho dela, meu rosto todo melado, em um impulso, passei a língua no cuzinho dela, nesse momento, ela gemeu alto, levantou-se e meu rosto ficou no meio daquele rabão maravilhoso, senti que ela gostou, comecei a esfregar a língua em volta de seu cuzinho, enfiei a língua, a mulher ficou maluca.

Se virou, direcionou sua buceta sobre o meu pau e sentou, naquele momento minha vista escureceu, senti aquela buceta quente, engolindo, escorregando sobre meu pau, meu pau naquele ambiente quente, gemi, fechei os olhos, ela começou a subir e descer, lentamente, sentia meu pau todo dentro dela, sua buceta apertava meu pau dentro dela... E começou a acelerar, parava, esfregava a buceta para frente e para trás... Com meu pau todo dentro dela, eu via estrelas, ela foi ficando maluca, começou a meter forte, rápido, sem parar, gemia, fechava os olhos, mordia a boca... Que loucura... Eu nada pensava, só sentia aquele cheiro de mulher, seu peso... Colocou os seios em minha boca e me mandou chupar forte. Chupava, mamava, os sentieles ficarem endurecidos... Ela mandou que eu mordesse os bicos... Obedeci... Ahh que loucura!!! Ela gemeu forte, longamente, apertava meu pau dentro de sua buceta quente, eu explodi, gozei como louco... Ela caiu sobre mim e me beijou a boca, enfiava a língua pequena e quente na minha boca... Mordia meus lábios e gemia mansamente, me abraçou forte e ficou sobre mim... Abraçada... Minhas mãos corriam sua pele, sentia seu corpo liso, suado e não queria mais nada... Procurei sua boca, queria beijá-la... Ela me beijou e ficamos ali deitados.

Me chamou para tomar um banho com ela, tomamos banho, esfreguei-a toda, beijei seu corpo todo com desejo, ela me esfregou, ensaboou-me e segurava forte meu pau que estava duro ainda.

Nos enxugamos... Deitou-se na cama novamente... Chamou-me... Abriu a gaveta do seu criado mudo e pegou um pote... Fiquei ajoelhado na cama... Chupou-me novamente...

Deitou-se abriu as pernas e me chamou para chupá-la... Fui repetindo o que havia feito, ela me mostrou o clitóris dela e me disse:

- Passa a língua aqui... Sente o clitóris, enquanto você enfia a língua, os dedos na minha buceta... Ponha a língua sobre ele chupe... Sinta-o nos seus lábios... Passe a língua em sua volta... Chupe, não pare.

Fiquei ali mais de meia hora... Chupando sua buceta... Enquanto ela apertava minha cabeça entre suas pernas... Empurrava contra sua buceta... Até gemer... Gemer como louca... Arfar... Que loucura!!!!

Com o rosto todo melado daquela buceta,ela se virou. Pegou o pote de pomada e passou muita no meu pau... Disse para que eu passasse no seu cuzinho e virando-se de costas, ficou de 4 para mim, se abriu toda e disse:

- Enfia ele no meu cu... Mas devagar... Se eu disser para parar você pára... Só continua a enfiar quando eu mandar.

Ali estava eu na frente daquele rabo... Nunca tinha comido um... Mas já tinha visto fotos e filmes... Soquei pomada na entrada daquele cuzinho e coloquei a ponta da cabecinha que lentamente entrou... A visão do meu pau dentro daquele cuzinho, aquele rabão todo aberto na minha frente me deixou maluco... Respirava ofegantemente... Fui colocando... Parando...

Ela sabia o que fazia... Se abria toda... Aquele mulherão toda arregaçada... Deixava-me alucinado... Lentamente meu pau entrou todo... Até o talo.

Sem reclamar, ela ficou parada... Pediu que o deixasse todo lá dentro, dizendo:

- Adoro me sentir assim... Cheia... Delícia... Ah! Como é bom...

Pouco depois o tirei quase todo e meti novamente... O cuzinho dela já estava bem aberto...

Meu pau deliciosamente entrava e saía... Segurei-a pela cintura e comecei a meter que nem louco... Sem parar... Fodi com uma vontade que chegava as raias do desespero... Ela gemia e pedia:

- Mete garoto... Soca esse pau com força...

Eu obedecia... Segurando-a pela cintura... Puxava e empurrava naquele rabo.

Ela então pediu para parar, levantou-se, deitou de barriga para cima na ponta da cama, pediu que eu ajoelhasse de frente dela, abriu as pernas, segurou por detrás de seu joelho e puxou bem para cima as pernas, ficando arregaçada, e me pediu:

- Põe de novo no cuzinho pela frente...

Sem pensar, encaixei a cabecinha, quando ela disse:

- Vem arregaça, põe tudo de uma vez, soca fundo garoto.

Obedeci, enterrei o pau e nunca tinha imaginado comer um cuzinho nessa posição, pela frente, fiquei maluco, socava o pau naquele cuzinho enquanto metia os dedos naquela buceta, em um movimento conjunto, a mão na buceta e pau no cuzinho dela, fodi sem parar. Ela apertava os seios, de olhos cerrados, falava besteiras, palavrões, até que gozamos imensamente.

Fomos novamente tomar banho, me vesti, ela caiu deitada sobre a cama e me falou:

- Adorei você já é um homenzinho, meteu como gente grande. Nem preciso te dizer que isso é só entre eu e você.

E essa foi a minha primeira trepada da vida, e que se repetiu por mais 3 anos, sempre que havia uma chance.

Fonte: contoseroticos2010.blogspot.com.br
O patrão ficou maluco!
Cupom de desconto do novo parceiro do ProjetoPornô: P10D2AAP
Acesse www.produtosimportadosbr.com.br e aproveite o nosso desconto!


views 5232


tags:

coroas 

maduras 

velha 

mãe 

amigo 

colega 

senhora 

dona 

experiente 

fantasias 

peituda 

safada 

milf 

rabuda 

primeira 

vez 

virgem 

virgindade 




Novidades:




  Contos Eróticos Relacionados

Experiências com uma mulher (um pouco) mais velha

Sempre dando aquelas olhadinhas para o belo corpaço da minha professora, também fui vendo as fotos...

views 4531

Minha SOGRA coletou meu esperma

Me coloquei na frente dela e ela abriu o zíper da minha calça, meteu a mão dentro da minha cueca e...

views 19544

A mãe do amigo

Indeciso quanto a me despir diante da mãe do amigo, mas ela novamente tomou a iniciativa, baixou a calcinha sem...

views 3560

Meu genro cafetão

Mas na verdade era todo o clima que me deixava enlouquecida. O pau de Carlinhos esporrando em minha boca, a língua...

views 3816

P/ ajudar meu filho deixei o chefe dele me enrabar

Coloquei a mão no grelho e passei a manipular. Ondas de prazer tomava conta de mim. Já não importava com o doutor...

views 4587
 
 
Parceiros & Links Recomendados Recomendados!

1. 2. 3. 4. 5.
6. 7. 8. 9. 10.
11. 12. 13. 14. 15.
16. 17. 18. 19. 20.
21. 22. 23. 24. 25.
26. 27. 28. 29. 30.
31. 32. 33. 34. 35.
Videos De Putaria     KiNovinhas     http://www.rodiziodegatas.net/     CNN Sexo     xvideos porno     Novinha Tesuda

> Xvideos Pornos        > Só Putinhas        > Brasileiras Putas        > Mulheres a foder

> Comendo sua Mãe        > Gatas Quentes        > Portal da Putaria        VAZOU NO WHATSAPP


*ATENÇÃO: Clique aqui para entrar em contato conosco para denunciar um site acima que tenha conteúdo ilegal/malicioso ou contaminado!
> Clique Aqui e cadastre-se para se tornar um Parceiro do Projeto Pornô® <
 
 
    porno     pornô     videos porno     fotos eroticas     sexologia     contos eroticos     gostosas     novinhas

    amadora     xoxota     buceta     atriz porno famosa     sexo oral     bunda     traição     bundas

    xoxota     sexo oral     putaria     bucetas     porno    bucetinhas    contos eróticos
 
Violência Contra a Mulher: DENUNCIE! Todos Contra a Pedofilia!
Site Proibido Para Menores de 18 anos! Site Proibido Para
Menores de 18 anos!
Copyright © ProjetoPorno.com.br, Todos Direitos Reservados  -  Contato   Retirar Conteúdo
Melhor Visualizado na resolução: 1024 x 768 px.